iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/11 - 18:55

Com dois de Borges, São Paulo bate Figueirense no Morumbi

Tricolor chega aos 68 pontos ganhos e se mantêm na liderança isolada; Figueira segue em penúltimo, com 35

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo deu um importante passo neste domingo no caminho para a conquista de seu sexto título do Brasileirão. Em partida disputada no Morumbi, o Tricolor contou mais uma vez com a inspiração do atacante Borges para vencer o Figueirense por 3 a 1 e pular para os 68 pontos no campeonato.

Veja os gols da vitória do São Paulo sobre o Figueirense

Depois de balançar as redes três vezes na rodada passada, Borges marcou mais dois gols na vitória sobre o Figueirense, diante do maior público do Tricolor como mandante neste campeonato: 58.518 torcedores pagantes. O outro artilheiro do clube no campeonato, Hugo, fez o terceiro tento na vitória deste domingo. Já a equipe visitante descontou com Cleiton Xavier.

Os 68 pontos mantêm o Tricolor na liderança isolada do Brasileirão, mas segue apenas dois à frente do Grêmio. O Figueira, por sua vez, segue em situação complicada, na penúltima posição, com 35 pontos.

O jogo: O São Paulo apostou em uma forte pressão para o início do jogo contra o Figueirense na tarde deste domingo. O Tricolor partiu para cima do visitante e logo abriu o placar, aos nove minutos de bola rolando. Jorge Wagner apareceu pela direita e fez o cruzamento preciso para Borges, que mandou de cabeça para as redes.

O gol desnorteou o Figueira, que só tentou ameaçar em jogadas aéreas, mas a zaga tricolor se mostrou atenta para afastar os cruzamentos. Assim, o time de Muricy Ramalho continuou no ataque para tentar decidir o jogo. Em bobeira da zaga dos visitantes, Joilson apareceu de frente para o gol e chutou em cima de Wilson. No rebote, Borges mandou para fora.

Sem encontrar resistência no time visitante, o São Paulo continuou em busca do segundo gol. Em dois cruzamentos de Hernanes, o Tricolor ameaçou o Figueira. No primeiro deles, Borges chutou nas mãos de Wilson. No outro, Hugo cabeceou por cima do travessão. No lance seguinte, Jean tabelou com Borges e finalizou perto da trave.

A insistência do São Paulo foi recompensada aos 24 minutos. Dagoberto cruzou da direita e Borges apareceu livre, atrás da zaga, para chutar na saída de Wilson, ampliando o placar no Morumbi. Com a vantagem, o São Paulo passou a administrar o jogo e reduziu a pressão.

No entanto, o Figueira não se acomodou e foi à frente para descontar o placar ainda no primeiro tempo. Aos 43, Cleiton Xavier ganhou a disputa com dois defensores e chutou de dentro da área. A bola desviou na zaga e enganou Rogério Ceni, que não pôde evitar o gol.

No intervalo da partida, o técnico Mário Sérgio promoveu duas mudanças no Figueirense. Anderson Luís e Tadeu entraram nas vagas de Roger e Lima. O Tricolor iniciou a etapa complementar adotando um ritmo mais cadenciado, sem exercer muita pressão sobre os visitantes.

Já o Figueira, mesmo sem tanta criatividade na armação das jogadas, buscou com mais freqüência o sistema ofensivo. Apesar de mostrar menor ímpeto na frente, o Tricolor ameaçou com chute de longe de Jean, defendido por Wilson. Do outro lado, Rafael Coelho tentou fazer fila na defesa tricolor, mas deixou a bola escapar.

Para dar mais movimentação na frente, Mário Sérgio tirou o lateral-esquerdo William Matheus para a entrada do atacante Bruno Santos. Mas o Figueira não teve tempo de se ajustar à mudança. Aos 28 minutos, Joilson avançou com liberdade pela direita e cruzou na pequena área para Hugo, que empurrou para as redes.

Sem alternativa, o Figueirense se lançou ao ataque e ameaçou com cabeceio de Tadeu, mas Rogério Ceni defendeu. No entanto, com o passar dos minutos, o time catarinense desistiu dos avanços e só se defendeu para evitar um placar mais elástico. Dagoberto, inclusive, quase balançou as redes em um dos últimos lances da partida.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 1 FIGUEIRENSE


Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 16 de novembro de 2008, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e José Javel Silveira (RS)
Cartões amarelos: Rodrigo (São Paulo); Asprilla e Rafael Lima (Figueirense)
Público: 58.518
Renda: R$ 1.224.735,00
GOLS: SÃO PAULO: Borges, aos nove e aos 24 minutos do primeiro tempo. Hugo, aos 24 minutos do segundo tempo
FIGUEIRENSE: Cleiton Xavier, aos 43 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rodrigo, Anderson e Miranda; Joilson, Jean, Hernanes (Jancarlos), Hugo e Jorge Wagner; Dagoberto (Éder Luis) e Borges (Richarlyson)
Técnico: Muricy Ramalho

FIGUEIRENSE: Wilson; Gomes, Rafael Lima e Asprilla; Roger (Anderson Luís), Diogo, Cleiton Xavier, Ramon e William Matheus (Bruno Santos); Rafael Coelho e Lima (Tadeu)
Técnico: Mário Sérgio

Leia também:


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

Hugo

Líder isolado
Com o Morumbi lotado, mais de 58 mil torcedores assistiram uma grande atuação do São Paulo

Topo
Contador de notícias