iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/11 - 22:44

No jogo do gol 1000 da Série B, Ju e Brasiliense só empatam
Gaúchos não têm mais chances de retornar à elite, enquanto candangos não conseguiram se afastar do rebaixamento.

 

Gazeta Esportiva

BRASÍLIA - Um empate ruim. Assim pode ser definido o 2 a 2 entre Brasiliense e Juventude, na noite deste sábado, na Boca do Jacaré, pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os gaúchos não têm mais chances de retornar à elite nacional com o resultado, enquanto os representantes da capital federal não conseguiram se afastar da zona de rebaixamento.

O personagem do jogo foi o atacante Ivo, que marcou os dois gols do Ju: um deles, o que abriu o placar em Taguatinga, foi o de número 1000 da Segundona de 2008. A atuação só não foi abrilhanta porque o atleta acabou expulso de campo. O Jacaré contou com Coquinho e Marcinho para segurar o empate.

Na próxima terça-feira, o Juventude cumpre tabela no Estádio Anacleto Campanella contra São Caetano, às 20h30 (de Brasília). Já o Brasiliense recebe o Vila Nova novamente na Boca do Jacaré, às 18h20.

O jogo: A partida começou equilibrada e a primeira grande chance de gol aconteceu aos 22 minutos, quando Edinho penetrou livre na área, teve tempo de escolher o canto, mas colocou a bola à esquerda do goleiro Michel Bastos. O erro acabou sendo castigado aos 36, quando o Juventude abriu o marcador. Ivo roubou a bola no meio-de-campo, tabelou com Mendes e tocou na saída do goleiro Guto. Foi o milésimo gol da competição.

Depois disso o Brasiliense pressionou muito e perdeu duas oportunidades para empatar ainda na primeira etapa. Aos 40 minutos Ailson cobrou falta no travessão. Dois minutos depois Fábio Braz arriscou de fora da área e Michel Bastos fez grande defesa.

Logo aos dois minutos do segundo tempo o Juventude chegou ao segundo gol. Ivo penetrou na área pela esquerda e chutou sem chances para Guto. Pouco depois porém, o artilheiro do jogo foi expulo por jogo violento. Mas não demorou muito para o Brasiliense também ficar com dez, também por jogada violenta de Juninho.

Empurrado pela torcida o Brasiliense descontou aos 20 minutos. Coquinho acertou um belo chute de fora da área para vencer Michel Bastos. O lance animou o Jacaré, que empatou três mninutos depois. Marcinho chutou colocado de fora da área, encobriu o goleiro e marcou um golaço. Depois disso as duas equipes mostraram muita falta de pontaria e não conseguiram modificar o placar.

FICHA TÉCNICA
BRASILIENSE 2 X 2 JUVENTUDE

Local:
Estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF)
Data: 15 de novembro de 2008 (sábado)
Horário: 20h40 (Brasília)
Árbitro: Luis Antônio Silva Santos (RJ)
Assistentes: Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO)
Cartões amarelos: Jóbson, Juninho e Marcinho (Brasiliense); Murilo Ceará e Mendes (Juventude)
Cartões vermelhos: Juninho (Brasiliense) e Ivo (Juventude)

Gols: BRASILIENSE: Coquinho, aos 20 minutos, e Marcinho, aos 23 do segundo tempo
JUVENTUDE: Ivo, aos 36 minutos do primeiro tempo, e Ivo, aos 2 minutos do segundo tempo

BRASILIENSE: Guto; Patrick, Fábio Braz, Ailson e Edinho; Coquinho, Juninho, Adrianinho (Bidú) e Iranildo (Marcinho); Diogo (Leandro Netto) e Jóbson
Técnico: Reinaldo Guedini

JUVENTUDE: Michel Alves; Elvis, Wilsão, Juan Pérez e Murilo Ceará; Walker, Marcelo Costa, Myacon (Daril) e Egídio (Alan); Ivo e Mendes (Schwenck)
Técnico: Ivo Wortmann


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo