iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/11 - 20:23

Ipatinga bate Sport e vê luz no fim do túnel

Clube venceu o Sport por 2 a 0 e continua na lanterna do Brasileirão, quatro pontos atrás do Furacão

Gazeta Esportiva

IPATINGA - A goleada por 4 a 0 contra os reservas do Internacional na semana passada fez até o presidente do Ipatinga jogar a toalha. Contudo, o caçula da Série A manteve chance de escapar do rebaixamento ao bater o Sport por 2 a 0 neste sábado, no Ipatingão.

Com o resultado, o Tigre do Vale do Aço segue na lanterna do Campeonato Brasileiro, agora com 34 pontos, a quatro pontos do Atlético-PR, primeiro fora da degola. Porém, a diferença pode aumentar no complemento da 35ª rodada, neste domingo. Já o Leão da Ilha, sem pretensões nesta reta final do Nacional, permanece em 12º, com 45 tentos.

Após bater o Goiás e encerrar um jejum de oito jogos sem vitórias, o Sport tentava manter o embalo fora de casa. O campeão da Copa do Brasil até pressionou no início da partida em Minas, mas encontrava dificuldades para penetrar na área rival. Assim, os donos da casa não demoraram muito para responder e criaram as primeiras chances. Aos cinco minutos, Ferreira desviou cruzamento de cabeça para fora.

Sete minutos depois, no entanto, o atacante não perdoou. Após cobrança de falta da esquerda, Ferreira tirou a zaga do Sport do lance em um belo giro dentro da área e chutou no ângulo direito de Magrão, que nada pôde fazer.

Em desvantagem, o time pernambucano tinha mais posse de bola, mas continuava sem espaços no ataque, Com isso, o jeito foi arriscar de longe. Aos 19, Junior Maranhão bateu falta com violência e a bola tirou tinta da trave direita de Fernando. Sidny e Fumagalli eram os principais jogadores da partida, enquanto o Ipatinga insistia, sem sucesso, em jogadas aéreas.

Aos 24, Sidny chutou do meio da rua, sem perigo. Na mesma moeda, os visitantes por pouco não chegaram ao empate, mas pararam no goleiro Fernando. Aos 34, ele defendeu tentativa de Fábio Gomes. Dois minutos depois, impediu gol de Sidny. No fim, aos 44, mais uma excelente defesa do arqueiro: Durval cobrou falta com precisão e Fernando foi buscar no canto esquerdo.

O segundo tempo começou sob forte chuva e com três mudanças. No Sport, Nelsinho Baptista escalou Wilson na vaga de Sidny e Joélson na de Enilton, que só chamou atenção na etapa inicial quando tentou de forma desajeitada dar uma bicicleta. No Ipatinga, Enderson Moreira trocou Luiz Fernando por Luciano Mandi.

As alterações pareceram ter dado mais resultado para o Sport, que voltou pressionando. Aos seis minutos, Joélson pegou sobra da zaga e bateu rente ao travessão. Logo em seguida, Fumagalli, da marca do pênalti, também desperdiçou. Porém, o Ipatinga logo equilibrou as ações, e o jogo ficou sonolento.

Emoção para a pequena torcida que compareceu ao Ipatingão apenas aos 17 minutos, quando Fumagalli cruzou e quase surpreendeu o goleiro Fernando. Pouco depois, Nelsinho fez sua última substituição: Kássio no lugar de Junior Maranhão. Aos 20 o Sport chegou a empatar, mas o árbitro anulou o lance, assinalando impedimento.

O Ipatinga só chegou com perigo aos 21. Gian soltou a bomba em cobrança de falta e Magrão fez difícil defesa. Seis minutos depois, Leandro Salino bateu colocado e por pouco não ampliou. Já o treinador ipatinguense decidiu mexer novamente, com Léo Silva na vaga de Pablo Escobar.

Os donos da casa continuaram dominando o jogo. Aos 33 minutos, Ferreira fez linda jogada e bateu à esquerda do gol de Magrão. Logo em seguida, a disputa entre os dois continuou. O atacante chutou e o goleiro rubro-negro rebate. A bola sobrou nos pés do próprio Ferreira, que, desequilibrado, bateu fraco, facilitando o trabalho do dono da meta leonina.

Não demorou muito para o time mineiro garantir os três pontos. Aos 39, Luiz Fernando fez bela jogada e foi derrubado na entrada da área. Gian não cobrou tão bem a falta, mas a bola desviou na barreira e morreu nas redes do goleiro Magrão. Já nos acréscimos, Luciano Mandí invadiu a área e foi derrubado por Magrão: pênalti. ferreira cobrou bem e fez seu segundo na partida, definido o resultado.

O Ipatinga agora só volta a campo no próximo domingo, quando tentará ganhar a primeira fora de casa contra o Palmeiras, no Palestra Itália. No mesmo dia, o Sport segue cumprindo tabela, desta vez ante o Atlético-MG, na Ilha do Retiro.

FICHA TÉCNICA
IPATINGA 3 X 0 SPORT


Local: Ipatingão, em Ipatinga (MG)
Data: 15 de novembro de 2008, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Assistentes: Eremilson Xavier Macedo e Evandro Gomes Ferreira (ambos do DF)
Cartões amarelos: Augusto Recife e Sílvio (Ipatinga), Dutra, César e Magrão (Sport)

Gols:
IPATINGA: Ferreira, aos 12 minutos do primeiro tempo e aos 48 do segundo tempo. Gian, aos 39 do segundo tempo

IPATINGA: Fernando; Márcio Gabriel (Afonso), Silvio, Gian e Baroni; Augusto Recife, Leandro Salino, Júlio e Luciano Mandi (Luiz Fernando); Pablo Escobar (Léo Silva) e Ferreira
Técnico: Enderson Moreira

SPORT: Magrão; Igor, César e Durval; Sidny (Wilson), Fábio Gomes, Júnior Maranhão (Kássio), Fumagalli e Dutra; Enílton (Joélson) e Roger
Técnico: Nelsinho Baptista


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo