iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/11 - 22:39

Dirigente minimiza maratona e se revolta com derrota do Sport
“Todo o jogo é difícil, mas esta apresentação foi covarde”, desabafou diretor de futebol Álvaro Figueira

Gazeta Esportiva

IPATINGA - O Ipatinga vinha de goleada por 4 a 0 para o time reserva do Internacional e seu presidente chegou a admitir durante a semana que o rebaixamento já estava selado. Coube ao Sport mudar a situação. O time rubro-negro jogou mal e perdeu por 3 a 0 para o lanterna do Campeonato Brasileiro no Ipatingão.

Indignado com o resultado, o diretor de futebol Álvaro Figueira minimizou os “percalços” que a delegação enfrentou para chegar ao interior de Minas e cobrou os jogadores. “Todo o jogo é difícil, mas esta apresentação foi covarde. Nem parece o clube que dirigimos”, desabafou.

“Nossa chegada a Ipatinga foi complicada, não treinamos, mas isso não é desculpa. Não marcamos, não corremos, e não dá para admitir isso. Lamentamos muito e vamos cobrar mais empenho e responsabilidade destes jogadores”, prometeu Figueira.

Um temporal que caiu em Belo Horizonte na última quinta-feira foi culpado por uma mudança total na programação do campeão da Copa do Brasil. O pouso do avião que transportava a equipe não pôde ser realizado na capital mineira e o grupo foi obrigado a pernoitar em Campinas.

A delegação só chegou à capital mineira na sexta e ainda encarou uma viagem de ônibus para Ipatinga (209 km de BH). Com isso, não houve treino para qualquer treinamento em Minas. O zagueiro Igor também não quis usar o incidente como desculpa pela fraca atuação, mas admite que acabou atrapalhando.

“Ninguém teve culpa, foi um acaso da natureza. Tinha tudo planejado, mas com a chuva não deu para o avião pousar, descemos trocamos de aeronave em Campinas, mas ainda chovia e não quisemos arriscar. Dormimos às cinco horas, acordamos às dez e só então viemos para cá (Ipatinga)”, relembrou.

“Não queremos usar isso como desculpa, ainda mais porque não foi falha de ninguém, apenas um acaso da natureza. Mas não tivemos tempo de treinar, se adaptar, e os jogadores sentiram muito. Já no intervalo o Nelsinho teve que fazer duas substituições, o César teve câimbra nas duas pernas”, concluiu Igor.

Com a derrota para o lanterna, o Sport volta a campo apenas no próximo domingo, quando recebe o Atlético-MG na Ilha do Retiro às 19h10 (de Brasília). O resultado em Ipatinga manteve a equipe pernambucana com 45 pontos, na 12ª colocação do Campeonato Brasileiro.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo