iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/11 - 22:49

Criciúma vence, fica vivo e Gama cai no dia de seu aniversário

Gama se despede em penúltimo, com 34, já sem chances matemáticas de se reabilitar

Gazeta Esportiva

CRICIÚMA - A festa de 33 anos do Gama definitivamente deve ser esquecida por todos os torcedores alviverdes. Neste sábado, quando completa mais um ano de fundação, a equipe do Distrito Federal sucumbiu em Santa Catarina, perdeu por 2 a 0 e amargou a volta à Série C do Campeonato Brasileiro.

Se os visitantes tem razão para chorar, os donos da casa comemoraram muito no Heriberto Hulse. A vitória deu sobrevida na luta para continuar na segunda divisão nacional. A duas rodadas do fim da competição, o Tigre figura em 17º lugar, com 37 pontos. Já o Gama se despede em penúltimo, com 34, já sem chances matemáticas de se reabilitar.

Os responsáveis pela alegria catarinense neste sábado foram Luciano Bebê e Everton. O meia-atacante abriu o triunfo aos 41 minutos do primeiro tempo, enquanto o zagueiro foi decisivo em sua descida ao ataque para selar o resultado aos 19 da etapa final.

O jogo – Apesar de a própria comissão técnica já ter dito durante a semana que não tinha mais salvação, o Gama começou assustando em descida do lateral-direito Pedro Paulo. A jogada, no entanto, foi um dos poucos respiros do abatido time que vestiu branco na noite deste sábado.

Com a necessidade de vencer a qualquer custo para não complicar ainda mais a missão de evitar a volta à terceira divisão. Mesmo sem contar com seus astros, os atacantes Luiz Mario e Jardel, o técnico Luiz Gonzaga Milioli mandou seu time à frente e a primeira conseqüência foi aos dez minutos, em chute de Mateus que o goleiro Zandoná interveio com grande defesa. Na seqüência, o arqueiro alviverde apareceu bem de novo em arremate de Luis André.

Animado, o Tigre seguia bem, principalmente nas movimentações do meia Canindé. Os visitantes, entretanto, assustaram duas vezes com Dedél, que, ao lado de Pedro Paulo, eram os que mais lutavam para evitar o descenso antecipado do Verdão. A tarefa, contudo, ficou ainda pior quando Luciano Bebê abriu o placar concluindo boa tabela entre Canindé e Sidnei.

Na volta do intervalo, os donos da casa voltaram ainda melhores e estiveram perto do segundo tempo, com duas grandes oportunidades desperdiçadas por Zulu. Se o atacante não resolvia, o zagueiro Everton fez uma jogada de homem de frente entrando na área e batendo na saída de Zandoá para fazer o segundo gol, aos 19 minutos.

Com o placar consolidado, bastava ao Criciúma administrar o excelente resultado. O Gama já estava batido. O único que destoou do cenário foi o volante Basílio, do time catarinense, que conseguiu ser expulso aos 33 minutos por receber o segundo cartão amarelo. Mas nada que estragasse a festa do Tigre em meio ao triste aniversário alviverde.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 2 X 0 GAMA

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Data: 15 de novembro de 2008, sábado
Horário: 20h40 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Gilson Bento Coutinho e Ivan Carlos Bohn (ambos de PR)
Cartões amarelos: Paraná (Criciúma); André Silva, Aragoney e Pedro Paulo (Gama)
Cartão vermelho: Basílio (Criciúma)

Gols:
CRICIÚMA: Luciano Bebê, aos 41 minutos do primeiro tempo; Everton aos 19 minutos do segundo tempo

CRICIÚMA: Vinícius; Luis André, Everton (Leonardo), Cláudio Luiz e Matheus (Elton); Paraná, Basílio, Canindé e Sidnei (Marcelo Rosa); Zulu e Luciano Bebê
Técnico: Luiz Gonzaga Milioli

GAMA: André Zandoná; Edylton (Landu), Pedro Paulo, João Vitor e Lucas Silva; Uélinton, André Silva (Éderson), Edimar (Aragoney) e Thiaguinho; Dendel e Alisson
Técnico: Jean Cláudio


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo