iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/11 - 18:18

Bragantino vence mistão do Avaí em sete minutos e segue sonhando

Equipe contou com um Avaí sem vários titulares, e chegou aos 57 pontos, subindo para a quinta colocação

Gazeta Esportiva

BRAGANÇA PAULISTA - O Bragantino não tomou conhecimento do vice-líder e com acesso já garantindo Avaí neste sábado e venceu os catarinenses em casa por 3 a 2 marcando três gols em sete minutos. Com o resultado, o Braga sobe na tabela da Série B e vai para a quinta colocação com 57 pontos e segue na briga para disputar a Primeira Divisão no ano que vem, enquanto os visitantes estacionam nos 66 tentos, mas seguram o segundo lugar.

O Bragantino precisava da vitória no estádio Marcelo Stefani a todo custo para seguir sonhando com uma vaga na Primeira Divisão. Antes desta 36ª rodada, o Braga estava a três pontos do quarto colocado Barueri, que venceu o Fortaleza por 1 a 0 e segue no G-4.

O Avaí veio para esta partida ainda comemorando o acesso, conquistado no meio da semana ao vencer o Brasiliense em casa por 1 a 0. Com isto, os catarinenses voltam à elite do futebol nacional após 30 anos. Ainda no clima de comemoração, o técnico Silas resolveu botar um time recheado de reservas para jogar em Bragança Paulista.

A partida começou com os donos da casa pressionando, mas sem muito perigo. Passível, o Avaí não conseguia armar jogadas de ataque e sofria com a falta de criatividade do meio de campo. Aos 16 minutos o Braga teve pênalti a seu favor, mas Nunes cobrou muito mal e isolou a bola.

Mal em campo e com um jogador a menos. Este era o Avaí, quando aos 29 minutos ainda da primeira etapa, o zagueiro Jeff Silva fez falta e o árbitro Álvaro Azeredo Quelhas deu cartão amarelo para o jogador por reclamação. Não contente, Jeff continuou com a cobrança e acabou sendo expulso pelo juiz.

No minuto seguinte o Bragantino abriu o placar. Sérgio Manoel acertou uma bela cobrança de falta no lado direito, próximo à linha de fundo. A bola, com efeito, fez curva e entrou no gol.

Três e seis minutos depois, o Bragantino aproveitou o ‘apagão’ do Avaí e matou a partida balançando as redes mais duas vezes. Moradei acertou um belo chute de fora da área e fez um golaço. Depois, Nunes se redimiu do pênalti perdido e mostrou oportunismo ao arrematar uma bola sobrada dentro da área catarinense.

O Avaí sentiu o baque e não conseguiu reagir, enquanto o Bragantino administrou o resultado e o jogo até o final da primeira etapa.

Silas mudou o esquema tático dos catarinenses para o 3-5-2 no começo do segundo tempo realizando duas substituições e o Avaí pressionou os donos da casa. No entanto, o tempo foi passando e, aos poucos, o Bragantno foi igualando e acalmando a partida.

Em um pênalti de César em cima do zagueiro André Turatto o Avaí fez o seu primeiro gol na partida e começou a reagir. Aos 30 minutos o atacante Joélson balançou as redes ao cobrar no canto direito do goleiro Gilvan, que caiu para o outro lado.

Faltando cinco minutos para o final, o atacante Rafael Silva fez o segundo e devolveu esperanças ao torcedor avaiano. O jogador acertou um belo chute da meia-lua no canto esquerdo do goleiro adversário.

Depois do gol tomado, o Bragantino resolveu atacar mais e levou perigo à meta do Avaí com Sérgio Manoel, que fez boa partida. Os visitantes não conseguiram fazer o tento de empate e o jogo terminou 3 a 2 para os donos da casa.

Na próxima rodada, o Bragantino segue jogando em casa e recebe o Fortaleza no sábado. O Avaí, por sua vez, vai a São Paulo encarar o campeão Corinthians no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO 3 X 2 AVAÍ

Local: Estádio Marcelo Stefani, em Bragança Paulista (SP)
Data: 15 de novembro de 2008, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Álvaro Azeredo Quelhas (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Janette Mara Arcanjo (ambos de MG)
Cartões amarelos: Kadu (Bragantino)
Cartão vermelho: Jeff Silva (Avaí)
Gols: BRAGANTINO: Sérgio Manoel, aos 30 minutos do primeiro tempo; Moradei, aos 33 do primeiro tempo; Nunes, aos 36 do primeiro tempo. AVAÍ: Joélson. Aos 30 minutos do segundo tempo, Rafael Costa, aos 40 da segunda etapa.

BRAGANTINO: Gilvan; César Gaúcho, Kadu e Gustavo; Nego, Moradei, Danilo Bueno, Malaquias e Sérgio Manoel; Davi e Nunes
Técnico: Marcelo Veiga

AVAÍ: Douglas; Michel (Zé Rodolfo) Rafael, André Turatto e Jef Silva; Marcos Paulo (Gustavo), Wendell, Joélson e Odair; Abuda (Thiago)e Rafael Costa.
Técnico: Silas


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo