iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/11 - 18:57

Roth analisa adversários do Grêmio na briga pelo título

Técnico avaliou São Paulo, Palmeiras, Cruzeiro e Flamengo

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Fugindo de suas características, o técnico Celso Roth comentou o contexto que cada clube que disputa o título brasileiro está inserido. Além do Grêmio, dos outros quatro clubes que disputam a taça, o treinador teve passagens por Palmeiras e Flamengo.

São Paulo
“O São Paulo é aquela estrutura. O São Paulo tem aquela áurea, e é, um time organizado. É uma qualidade e uma seqüência de trabalho. Essa é o peso maior. O São Paulo tem uma seqüência dentro de um esquema com o 3-5-2 e vem se consagrando em cima disso. O São Paulo jogando no 3-5-2 é ofensivo. Outros times jogando no 3-5-2 são defensivos”, ironizou Roth que é chamado de retranqueiro por muitos e também utiliza o 3-5-2.

Flamengo
“É um time que tem uma pressão muito grande. É um time que tem muita qualidade e iniciou muito bem o Campeonato Brasileiro. A Libertadores do Flamengo foi excelente. Só que num jogo descuidou e foi eliminado. O futebol é assim. Além de qualidade técnica, o Flamengo tem muita força”.

Cruzeiro
“O Cruzeiro é um fenômeno. A administração do Cruzeiro faz a cada ano um time novo. Por vezes, até por semestre. E consegue bom resultados. Isso mostra a qualidade das pessoas que estão administrando o Cruzeiro. É um time enxuto que de novo montou um time de qualidade”.

Palmeiras
“O Palmeiras está em cima da parceria com a Traffic e o do próprio treinador. Uma coisa mágica. Todo mundo falando muito bem do Palmeiras com uma insistência muito grande, né? Até pela qualidade, mas muito mais também pelo treinador. E da parceria. A cobrança no Palmeiras é muito grande. Tem muita força e muita qualidade, também” comentou o treinador com um tom irônico.

Sobre o seu Grêmio, Roth disse que o time passou por muitas dificuldades durante o ano mudando muito o elenco em relação ao time de 2008. Além disso, ocorreu a troca de treinador coma saída de Vagner Mancini para a sua entrada. “O Grêmio pagou seu preço”, explicou. O preço tricolor foram as eliminações prematuras no Gauchão e na Copa do Brasil.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias