iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/11 - 09:27

Nistelrooy lamenta contusão séria, mas promete voltar

“Se eu não tivesse operado, creio que a minha carreira no futebol poderia terminar”, admitiu o jogador

Gazeta Esportiva

MADRI (Espanha) - Os oito meses em que será obrigado a ficar longe dos gramados por conta de uma grave lesão no joelho não assustam Ruud Van Nistelrooy. Após se submeter a uma cirurgia nos Estados Unidos, o holandês negou que a contusão provocará a sua aposentadoria precoce e prometeu a torcida do Real Madrid retornar marcando gols.

“Se eu não tivesse operado, creio que a minha carreira no futebol poderia terminar”, admitiu o jogador de 32 anos, em entrevista ao jornal espanhol Marca. “Será um longo tempo parado, mas não tem jeito. A contusão é séria”, completou.

A situação de Nistelrooy se parece com a do brasileiro Ronaldo. O holandês foi operado pelo mesmo médico que o tratou em 2000, quando ele machucou o joelho defendendo o PSV Eindhoven. O Fenômeno também sofreu duas graves contusões no mesmo local no mesmo intervalo de tempo e agora, em fase final de recuperação, também promete voltar.

“É verdade que já tenho 32 anos, mas já passei por essa mesma situação oito anos atrás e sei bem como lidar com isso”, garantiu Nistelrooy. “É um dos momentos mais difíceis de minha carreira e tenho duas opções: desistir ou lutar. Eu escolhi lutar”, concluiu o jogador.

O atacante merengue se lesionou na derrota por 2 a 0 para a Juventus, em outubro, pela Copa dos Campeões. Retornou no novo revés ante os italianos, por 2 a 1, no Santiago Bernabéu, na semana passada, e a contusão acabou se agravando e forçando a realização de uma cirurgia. De acordo com a imprensa espanhola, o Real contratará um atacante na reabertura da janela de transferências para suprir a sua ausência.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias