iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/11 - 17:42

Grondona questiona capacidade de Ruggeri e ataca ‘chorão’
Desde que foi nomeado para ser o novo treinador da Argentina, Maradona sublinhou a vontade de ter Ruggeri como auxiliar

Gazeta Esportiva

BUENOS AIRES (Argentina) - Os atritos entre a Federação do Futebol Argentino (AFA) e Oscar Ruggeri continuam quentes. Nesta sexta-feira, Julio Grondona, presidente da entidade local, foi à imprensa mais uma vez para criticar as atitudes do ex-jogador e reiterou que o amigo de Diego Armando Maradona não ganhará o caro de assistente técnico na seleção.

Desde que foi nomeado para ser o novo treinador da Argentina, Maradona sublinhou a vontade de ter Ruggeri como auxiliar. Mas o nome ex-atleta, que se destacou como zagueiro em sua carreira nos campos e nunca obteve o mesmo sucesso como treinador, nunca foi bem visto pela AFA. Diante da situação, Dieguito chegou inclusive a ameaçar pedir demissão antes de sua estréia caso seu pedido não fosse atendido.

Grondona, ainda assim, seguiu irredutível. “O Ruggeri está só fazendo propaganda, tenho certeza”, criticou o presidente da AFA. “Tem aqueles que conseguem emprego por terem capacidade para exercer a função e, também, os que chegam ao cargo por lobby. E vão aos jornais para chamar atenção”, disparou.

Ruggeri vem sendo bastante procurado pela imprensa argentina para repercutir a posição dura da AFA e não vem medindo as palavras. Nesta quinta, o Cabezón revelou inclusive ter sido ignorado por Grondona quando tentou um contato com o presidente da entidade máxima do futebol argentino. O dirigente negou.

“O que ele disse é mentira”, prosseguiu Julio Grondona. “Eu inclusive deixei uma mensagem para ele. Disse que os homens, antes de chorar, têm que falar. E então desliguei”, concluiu o dirigente.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo