iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/11 - 20:47

Fernandes defende artilheiro e conta com Kléber Pereira em 2009
"No calor da partida, ele saiu nervoso e colocou as palavras que não eram as ideais para o momento", disse

Gazeta Esportiva

SANTOS - Depois de ser defendido por alguns líderes do elenco, como Roberto Brum e Adaílton, o atacante Kléber Pereira recebeu, nesta sexta-feira, o apoio do técnico do Santos, Márcio Fernandes. O treinador santista confirmou a versão do artilheiro do Brasileirão, que na terça-feira disse ter sido mal-interpretado pelas declarações feitas contra o árbitro Elmo Alves Resende Cunha, após a derrota do Peixe para o Vasco, no último sábado.

Ainda no gramado de São Januário, onde o duelo aconteceu, o centroavante não poupou palavras na hora de avaliar o desempenho do juiz. ˝Ele não sentiu pressão. Já veio pressionado. O bolso dele deve estar cheio˝, disse o goleador, em entrevista à Rádio Jovem Pan. O áudio da entrevista foi solicitado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que deve enquadrar o atleta no artigo 252 (ofensa ao árbitro).

˝Conversei com ele (Kléber Pereira) sobre isso, mas, em momento algum, ele pensou em acusar o árbitro de ter sido subornado ou algo assim. No calor da partida, ele saiu nervoso e colocou as palavras que não eram as ideais para o momento. A idéia que ele quis passar é que o juiz estava tranqüilo financeiramente e a gente correndo atrás da bola. Cada um tem um pensamento, é complicado conduzir tudo isso˝, revelou Fernandes.

Uma possível punição a Kléber Pereira poderia precipitar a sua despedida do Alvinegro Praiano, pois clubes do futebol europeu estão interessados na sua contratação. O comandanta santista espera que isso não aconteça.

˝Não posso nem pensar nisso (saída de Kléber Pereira). Mas é normal que equipes se interessem por ele, pois é um artilheiro e está grande fase. Se isso ocorrer (transferência), espero que possamos utilizá-lo nos jogos que nos restam para o final do campeonato. Depois fica a critério da nossa diretoria negociá-lo ou não˝, explicou o treinador. ˝Quanto à punição, esperamos não ter problemas˝, finalizou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo