iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/11 - 16:10

STJD ouve Vitória por causa de confusão nos Aflitos
Os jogadores do Vitória acusaram a Polícia de Pernambuco de agir com abuso de poder e de jogar gás de pimenta no vestiário rubro-negro

Gazeta Esportiva

SALVADOR - Depois de enviar um pedido à FBF (Federação Baiana de Futebol) para que sejam apuradas as confusões no estádio dos Aflitos no jogo entre Vitória e Náutico, o Rubro-negro teve seu desejo atendido e os jogadores Viáfara, Jackson e Renan e o presidente Jorge Sampaio foram ouvidos pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) nessa quinta-feira.

No primeiro dia de novembro, os jogadores do Vitória acusaram a Polícia de Pernambuco de agir com abuso de poder e de jogar gás de pimenta no vestiário rubro-negro. Na data seguinte, os baianos encaminharam um relatório à CBF descrevendo a confusão no jogo entre eles e o Náutico.

O STJD foi à Salvador representado pelo ouvidor Paulo Valed Perry, que colheu os depoimentos. Depois da capital baiana, o oficial vai ao Recife ouvir o outro lado. O presidente do Náutico Maurício Simões e o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Carlos Alberto Oliveira, também relatarão seus pontos de visto sobre o ocorrido.

Depois desta etapa, o tribunal irá deliberar sobre a confusão e deverá apresentar o julgamento sobre o caso. Como já ocorre outra confusão nos Aflitos neste Brasileirão (Contra o botafogo no primeiro turno), é possível que, caso o Náutico seja considerado culpado, hajam sanções severas para os pernambucanos.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias