iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/11 - 19:31

Situação de Adilson ainda é uma incógnita no Cruzeiro

Magoado com as reiteradas críticas da torcida e da imprensa mineira, treinador estaria decidido a deixar a Toca da Raposa

Agência Estado

BELO HORIZONTE - Embora o Cruzeiro necessite vencer as quatro partidas que lhe restam e ainda torcer por tropeços de São Paulo e Grêmio para chegar ao título do Campeonato Brasileiro, boa parte das atenções no clube está voltada para o destino do técnico Adilson Batista após a competição. Já surgiram especulações de que ele já teria propostas de clubes do País e do exterior.

E, magoado com as reiteradas críticas da torcida e da imprensa mineira, o treinador estaria decidido a deixar a Toca da Raposa mesmo se o time levantar a taça.

Ex-zagueiro do clube, Adilson costuma ser alvo de vaias da torcida cruzeirense a cada má apresentação da equipe. O técnico, que costuma reagir com ironia aos questionamentos da imprensa, já se auto-intitulou "Professor Pardal" ao comentar as perguntas sobre opções ou constantes experiências na escalação do time.

Após a derrota para o Goiás (3 a 0) no início do mês, que complicou as chances do Cruzeiro no Brasileirão, Adilson surpreendeu ao assumir toda a responsabilidade. "Hoje eu fiz tudo errado", disse, ironicamente.

O vice-presidente de futebol e presidente eleito do clube, Zezé Perrella, já saiu em defesa do técnico, afirmando que Adilson só deixa o Cruzeiro se quiser. O atacante Guilherme também já atacou o que chamou de "injustiças" da imprensa e do torcedor na avaliação do trabalho do treinador.

Adilson prometeu falar sobre o seu futuro somente no dia 8 de dezembro, um dia após o término do Brasileiro. E decidiu antecipar a viagem da delegação, que deixou Belo Horizonte nesta quinta-feira e já chegou ao Recife para o duelo contra o Náutico, sábado, no Estádio dos Aflitos.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias