iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/11 - 14:40

Dentinho perdoa adversários: “Não guardo mágoa no coração”
Dentinho cumprirá suspensão na partida com o Vila Nova, sábado, e aproveitará para se recuperar das lesões

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Dentinho esticou o dedo para mostrar as marcas da partida contra o Juventude, em Caxias do Sul. Havia uma saliência no local, bastante inchado.

“Isso aqui foi por causa de um pisão. Sei lá se quebrou. Vou fazer exames ainda”, disse o atacante, com um sorriso. Em seguida, esticou a perna e apontou para cortes e manchas vermelhas.

A cada toque na bola de Dentinho durante a vitória do Corinthians sobre o Juventude, por 2 a 1, os torcedores adversários gritavam “é esse”. A irritação foi motivada por uma falta do corintiano sobre o volante Renan, em 5 de agosto, quando as duas equipes se enfrentaram pelo primeiro turno da Série B. “Ele tirou três ligamentos do Renan, que até hoje não jogou mais”, acusou Lauro.

Com um discurso afobado, Dentinho voltou a se defender ao desembarcar em São Paulo nesta quinta-feira. “Não tive maldade naquele lance. Não houve nenhuma intenção de machucar. Ele é um pai de família, como também sou”, comparou.

O atacante, ao contrário do que aconteceu com jogadores do Juventude, não ficou rancoroso para um reencontro futuro com a equipe de Caxias do Sul. “Claro que irrita apanhar dentro de campo, mas isso faz parte do futebol. Estou tranqüilo. Não guardo mágoa no coração”, disse.

Alvo preferido da marcação rival na quarta-feira, Dentinho não se intimidou. Deu assistência para o meia Morais abrir o placar, pediu jogo por diversas vezes e passou o pé sobre a bola sempre que pôde. Prometeu até provocar a torcida com um gol no segundo tempo, quando caiu de rendimento. “Queriam me pegar, mas fiz a minha parte.”

Dentinho cumprirá suspensão na partida com o Vila Nova, sábado, no Pacaembu. Aproveitará a folga para se recuperar dos machucados sofridos contra o Juventude.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo