iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/11 - 14:25

Botafogo procura motivação para o restante do Brasileiro
Botafogo ainda não garantiu matematicamente a sua vaga na Copa Sul-Americana e espera conquistar mais três pontos

 

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Sem chances de conquistar o título ou uma vaga na Copa Libertadores de 2009. Com a vaga na próxima Copa Sul-Americana praticamente assegurada e sem correr risco de rebaixamento.

Com os salários dos jogadores atrasados e vários deles fazendo parte da lista de reforços de outros clubes para o próximo ano. É neste cenário que o Botafogo vem procurando motivação para enfrentar o Goiás no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), no Estádio JK, em Itumbiara, e para jogar as demais partidas do Campeonato Brasileiro.

Além dos goianos os botafoguenses recebem, no Engenhão o Atlético-PR e o Figueirense, ambos desesperados na luta para não cair. A participação no Brasileirão será encerrada no dia 7 de dezembro, contra o Palmeiras, que ainda sonha com o título, em São Paulo. Lucio Flavio, que cobrou a definição de seu futuro da diretoria alvinegra, garante que o time está comprometido em fazer bonito nesta reta final.

“Nós somos profissionais e estamos no Botafogo para honrar a camisa do clube. Quando entramos em campo o nosso pensamento tem sido sempre a conquista dos três pontos e tem sido assim neste Campeonato Brasileiro. Infelizmente nos últimos jogos os resultados não aconteceram conforme o esperado, mas empenho e dedicação não estão faltando. Vamos fazer de tudo para conquistarmos um triunfo no domingo e acabarmos com a seqüência negativa que estamos vivendo”, garantiu o jogador.

Para o técnico Ney Franco, a vitória sobre os goianos é importante porque o Botafogo ainda não garantiu matematicamente a sua vaga na Copa Sul-Americana. Com 49 pontos, na oitava colocação, o Glorioso tem 99%, segundo os matemáticos, de avançar ao torneio continental, mas a classificação só é dada como certa com 51 pontos.

“O Botafogo precisa vencer seus jogos, pois o nosso pensamento tem que ser o de qualquer profissional, que tem que fazer a sua atividade da melhor maneira possível. Respeitamos muito o Goiás, mas a vitória está nos nossos planos. A meta tem que ser ganhar todos os quatro jogos que nos restam, pois a vaga na Copa Sul-Americana também precisa ser confirmada”, cobrou o treinador.

Segundo o volante Diguinho, um dos atletas que estaria na mira de vários clubes, uma das motivações do grupo precisa ser fazer a melhor campanha desde 1995, quando o Glorioso se sagrou campeão. De lá para cá, o máximo que o Botafogo conseguiu foi o nono lugar em 2005, sob o comando de Celso Roth.

“Temos que ter isso como motivação, pois não queremos apenas passar pelo Botafogo. O nosso pensamento tem que ser sempre o de entrar para a história do clube e tenho um carinho muito grande por todos aqui. Temos que vencer esses quatro jogos e tentarmos o quinto ou o sexto lugar. É nossa missão nos aproximarmos o máximo que pudermos das primeiras posições”, admitiu Diguinho.

Já o volante Leandro Guerreiro lembrou ainda que o Botafogo precisa agir com profissionalismo para respeitar os demais concorrentes, já que os resultados de seus jogos podem interferir nos planos de outros times.

“Temos que fazer de tudo para ganhar o jogo em respeito aos nossos torcedores e também a outros times que estão brigando por outras metas. Nós temos a nossa situação definida. Mas vamos, por exemplo, enfrentar Figueirense e Atlético Paranaense, que estão brigando contra o rebaixamento, e também vamos encarar um Palmeiras que pode chegar à última rodada sonhando com o título ou com a vaga na Copa Libertadores. Outros times têm interesse em tropeços dessas equipes e por isso devemos honrar o nome do Botafogo”, concluiu Leandro.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo