iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/11 - 00:09

Atlético-MG goleia e deixa Vasco em má situação

Revés por 4 a 1 coloca cariocas em condição de ter que torcer contra os concorrentes para não voltar à zona da degola

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O Atlético-MG goleou o Vasco pelo placar de 4 a 1 na noite desta quarta-feira, no jogo que abriu a 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A equipe mineira fica agora em situação cômoda - tem 47 pontos - , com vaga praticamente garantida na próxima Copa Sul-americana. Já o Gigante da Colina, com 37 pontos, passará o fim de semana secando os concorrentes para não voltar à zona de rebaixamento.

Assista aos gols


Tanto o Atlético quanto o Vasco entraram em campo animados pelas boas seqüências. Ambos vinham de duas vitórias consecutivas e tentavam, pela primeira vez no campeonato, conquistar nove pontos em três jogos.

Assim que a bola rolou, foi o Galo quem se mostrou mais embalado. Empurrada pela torcida, que compareceu em bom número ao Mineirão, a equipe alvinegra aliou vibração e inteligência se impondo em campo. Nervosos pela pressão do rebaixamento, os cruzmaltinos erravam muitos passes e falhavam na marcação.

O primeiro gol atleticano poderia ter saído com um minuto, mas Renan Oliveira dominou mal o cruzamento de Marques, dentro da pequena área. Pouco depois, os mesmos jogadores construiriam o gol. Renan Oliveira tabelou com Marques e cruzou rasteiro, com consciência, para o boliviano Castillo, livre, abrir o marcador com dez minutos de jogo.

O gol rápido permitiu ao Atlético recuar um pouco, chamando o Vasco, jogando com inteligência. A equipe carioca tinha dificuldade para encontrar espaços e praticamente não ameaçou. A única finalização de relativo perigo foi de Madson, de fora da área, por cima do gol.

Mesmo com o time bem em campo, o torcedor alvinegro teve uma notícia ruim. O goleiro Juninho sentiu fortes dores nas costas e teve que ser substituído por Édson.

Melhor no jogo, o time da casa chegou a seu segundo gol. Aos 31 minutos, o jovem Renan Oliveira arrancou com habilidade, tabelou e, na saída de Rafael, deu apenas um tapa na bola com a parte de fora do pé.

No segundo tempo, Renato Gaúcho mandou o Vasco para o tudo ou nada. O meia Leandro Bomfim entrou no lugar do zagueiro Eduardo Luiz, colocando o time no 4-4-2. Enquanto isto, Marcelo Oliveira trouxe a campo o atacante Pedro Paulo, mais jovem que Marques, para puxar os contra-ataques.

Melhor para o Galo. Pedro Paulo levantou bola na área, Castillo tentou dominar e levou uma rasteira do goleiro Rafael. Leandro Almeida bateu rasteiro no canto e marcou o terceiro, aos 13 minutos.

Pouco depois, um outro pênalti foi marcado pelo árbitro Leandro Vuaden. Pedro Paulo tentou passar por Jonílson na velocidade e foi empurrado. Leandro Almeida bateu a meia altura, Rafael encostou na bola, que ainda tocou na trave, mais morreu no fundo das redes. O placar de 4 a 0 com 16 minutos fez com que a torcida atleticana pedisse ao time para devolver a goleada de 6 a 1 sofrida em São Januário, no primeiro turno.

Desesperado, o Vasco não se entregava e tentava seu gol. O de Leandro Amaral, no rebote de um chute de Edmundo, foi corretamente anulado por impedimento. O de Madson, aos 23 minutos, valeu. O baixinho cobrou falta para dentro da área, Odvan não alcançou a bola, mas atrapalhou o goleiro Édson e a equipe carioca descontou.

A partida continuou com o Vasco tentando a pressão e tomando contra-ataques até o fim, mas não houve mais nenhum gol. A equipe carioca teve excelente chance no último lance, depois que César Prates derrubou Wagner Diniz dentro da área, mas Leandro Amaral chutou por cima, com direito a paradinha.

Os dois times agora têm dez dias para descansar até entrarem em campo novamente. Na próxima rodada, o Vasco faz um jogo importantíssimo contra o líder São Paulo e precisa fazer de São Januário seu caldeirão. Já o Galo sai de casa e vai até o Recife encarar o Sport.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 4 X 1 VASCO  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 12 de novembro de 2008, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Vuaden (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e Júlio César Rodrigues Santos (ambos do RS)
Público pagante: 42.162
Cartões amarelos: Márcio Araújo (Atlético-MG); Jonílson, Rafael (Vasco)

Gols: ATLÉTICO-MG: Castillo, aos 10 minutos, e Renan Oliveira, aos 31 minutos do primeiro tempo; Leandro Almeida, aos 13 minutos e aos 16 minutos do segundo tempo
VASCO: Madson, aos 23 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Juninho (Édson); Sheslon, Welton Felipe, Leandro Almeida e César Prates; Nen, Márcio Araújo, Elton (Yuri) e Renan Oliveira; Marques (Pedro Paulo) e Castillo
Técnico: Marcelo Oliveira

VASCO: Rafael, Eduardo Luiz (Leandro Bomfim), Jorge Luiz e Odvan; Wagner Diniz, Jonílson, Mateus, Madson (Pedrinho) e Rodrigo Antônio; Edmundo (André) e Leandro Amaral
Técnico: Renato Gaúcho


Leia mais sobre: Atlético-MG Vasco Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

atlético-mg e vasco

Festa mineira
O Galo não deu chances ao Vasco e aplicou uma goleada por 4 a 1 no adversário, no Mineirão

Topo
Contador de notícias