iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/11 - 20:29

Pescador junta dinheiro e realiza sonho de conhecer o Santos
Francisco Clarindo Barros, que herdou a paixão pelo clube através da profissão, foi de Pernambuco à São Paulo pela equipe

Gazeta Esportiva

SANTOS - O Santos recebeu uma visita inusitada no treino desta quarta-feira, no CT Rei Pelé. O pescador Francisco Clarindo Barros, de 30 anos, se tornou a grande atração da atividade do elenco santista, realizada sob forte chuva. Emocionado, o pescador contou que há seis meses resolveu juntar dinheiro para conhecer o clube do coração.

˝Hoje (quarta) realizei o sonho que eu tinha desde os meus 17 anos. Juntei seis meses do que consegui ganhar da pesca para poder ver o Santos˝, contou o pescador, que revelou como surgiu a sua paixão pelo clube. ˝O mascote do time é o Peixe, não é? Então, eu vivo de pescaria, do peixe. Foi assim que me apaixonei pelo clube. Só não quero que ninguém fisgue o meu Peixe˝, brincou.

Pernambucano de Venturosa, Francisco Barros partiu de sua terra natal com apenas R$ 250,00 na última quinta-feira e chegou a São Paulo na terça-feira. O pescador contou que durante esses dias, chegou a dormir em ponto de ônibus e na rua. De São Paulo até Santos, o torcedor diz ter convencido um motorista de ônibus clandestino a ajudá-lo. ˝ O pessoal das peruas de lotação me trouxe à Santos. Eu expliquei a minha história e eles me ajudaram˝.

Ao chegar à Baixada Santista, mais dificuldades. O pescador não conhecia nada na cidade e não sabia como chegar até a sede santista. Na rodoviária, Francisco recebeu o conselho de procurar um apresentador da Santa Cecília TV (canal do presidente alvinegro Marcelo Teixeira). Da emissora de televisão, o pescador foi até o CT Rei Pelé. ˝ O segurança não queria me deixar entrar, mas aí ligaram lá da televisão e acabaram me liberando˝, contou.

Depois de encerrado o treinamento, o zagueiro Adaílton foi conhecer Francisco Barros. ˝É algo realmente admirável. Ele saiu de sua casa, gastou o seu dinheiro, só para conhecer o clube. Isso é muito bom para a gente, é um exemplo que devemos ter para tomar ciência do que é o Santos e do que nós representamos para tantas pessoas. Pelo Francisco e por tantos outros torcedores vamos honrar a camisa que vestimos e partir em busca da vitória˝, afirmou Adaílton.

Sem dinheiro para voltar para casa, o torcedor garante que a saga valeu a pena. ˝Quando abriram o portão (do CT Rei Pelé), eu chorei. Há muito tempo eu sonhava com isso. Não me alimentei, não dormi direito, mas o importante é que realizei o meu sonho. Meu medo era morrer e não conseguir˝, disse Francisco, que ganhou uma camisa oficial do Santos. Para sua felicidade ser completa, só falta assistir a um jogo do time do coração. ˝Isso seria demais. Quem sabe eu não realizo mais esse sonho˝, encerrou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Tudo pelo Santos
Torcedor saiu de Pernambuco, chegou a passar fome, dormiu mal, mas realizou seu sonho

Topo