iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/11 - 21:58

Paraná vence com gol aos 49 minutos e complica Gama

Paranaenses praticamente acabam com chance de rebaixamento; Já o Gama, está com o pé na cova

Gazeta Esportiva

BRASÍLIA - Diante de 118 testemunhas que compareceram ao Estádio Mané Garrincha, em uma noite chuvosa em Brasília, o Paraná Clube bateu o Gama por 2 a 1 com um gol aos 49 minutos do segundo tempo. Pior para o time da casa que, com 34 pontos, permanece na penúltima posição, cada vez mais ameaçado pelo rebaixamento.

Os paranaenses, com 43 pontos, respiram aliviados.

A partida começou atrasada em mais de 20 minutos, já que a linhas do campo precisaram ser remarcadas, uma vez que haviam sumido com a chuva. Com a bola rolando, o time da casa, desesperado pelos três pontos, partiu para o ataque. Aos três minutos, Adriano Magrão recebeu de frente para a meta e chutou para boa defesa de Mauro. Aos cinco minutos, após cobrança de escanteio, Magrão apareceu na área apara desviar e o goleiro paranista salvou.

O Tricolor tentava jogar nos contra-ataques, como aos 10 minutos, quando Ricardinho entrou na área e foi travado. Aos 13 minutos, Thiaguinho abriu espaço e bateu para mais uma boa defesa de Mauro, que desviou pela linha de fundo. A resposta veio aos 15 minutos, com Rogerinho, que bateu forte e obrigou Zandoná a ceder escanteio. Aos 19 minutos, Pimpão recebeu de Giuliano, mas não pegou bem na bola na finalização.

Depois de um início com o Gama melhor, o time visitante cresceu na partida e levava mais perigo. Aos 27 minutos, Murilo entrou na área, mas cruzou fraco, fácil para Zandoná. A resposta veio aos 34 minutos, com Adriano Magrão, que bateu cruzado com muito perigo, à esquerda da meta. Aos 40 minutos, confusão na área paranista após cruzamento de Rodrigo Ninja e Mauro, com os pés, afastou.

Na segunda etapa, com as linhas do gramado recebendo uma nova camada de tinta, o jogo recomeçou. Aos três minutos, Vagner pegou rebote e arriscou o chute de fora da área, mas por cima da meta. A partida voltou um pouco mais truncada no meio-campo, com muitas faltas. Aos sete minutos, Dendel chutou forte da entrada da área, mas para fora. Aos 10 minutos, Ricardinho cobrou falta e Zandoná fez boa defesa.

O jogo seguia equilibrado e qualquer um dos times mostrava condições de abrir o placar. Aos 14 minutos, Ricardinho conduziu a bola, entrou na área e, de frente para a meta, bateu sobre o goleiro, que desviou pela linha de fundo. Aos 18 minutos, novamente Ricardinho na área e, desta vez, o zagueiro João Paulo desviou para salvar. Mas depois da cobrança de escanteio, Leandro apareceu para desviar e mandar para o fundo das redes.

Porém, a comemoração durou pouco. Aos 22 minutos, Agenor derrubou Edimar na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Pedro Paulo não perdoou e deixou tudo igual. Logo depois, Pituca recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Aos 34 minutos, batida de Alisson e Mauro defendeu. Aos 47 minutos, depois de cruzamento, Edimar desviou de cabeça e a bola bateu na trave. Aos 48 minutos o árbitro marcou pênalti de Julio César que foi expulso. Na cobrança, Fabrício balançou as redes e garantiu os três pontos.

Na próxima rodada, o Paraná Clube recebe a Ponte Preta no sábado, na Vila Capanema, na capital paranaense, tentando garantir a permanência jogando diante da torcida. Já o Gama enfrenta no mesmo dia o Criciúma, no Estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina, em um jogo de dois times desesperados.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo