iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/11 - 19:58, atualizada às 10:39 12/11

Inter inicia batalha para chegar à final da Sul-Americana

Primeiro confronto contra os mexicanos do Chivas Guadalajara será nesta quarta, às 22h, fora de casa

Gazeta Esportiva

GUADALAJARA (México) - Após vencer na Bombonera, o Inter quer deixar a sua marca no Estádio Jalisco, nesta quarta-feira. Para isso precisará bater o Chivas pela Copa Sul-Americana, a prioridade colorada neste fim de ano. A partida de ida da semifinal começa às 22 horas (Brasília) e pode ser o primeiro passo para um clube brasileiro chegar à final da competição, fato inédito até hoje.

Guadalajara acolheu a seleção “canarinho” nas Copas de 70 e 86, virando a mais brasileira das cidades mexicanas. O Jalisco foi palco de jogadas antológicas de Pelé, de defesa histórica de Banks, de golaços de Josimar, entre outros momentos marcantes do futebol.

Agora, o estádio construído na década de 50 pode ser a arena para a velocidade de Nilmar, a garra de Guiñazu e os chutes precisos de Alex. Só não poderá receber a habilidade de D’Alessandro, que, com uma intoxicação alimentar, ficou fora da viagem minutos antes do embarque. “É uma perda e tanto. É ele que dá a cadência do time. É o meia clássico”, lamentou o técnico Tite.

O argentino será o único desfalque do treinador. Seu substituto será Taison ou Andrezinho. O treinador novamente contará com colaboração de Bolívar, que seguirá deslocado na lateral direita. A intenção é fazer uma atuação defensivamente perfeita.

“O importante é não tomar gol. Queremos um bom resultado no Jalisco para levar a decisão para Porto Alegre, com o apoio da nossa torcida”, comentou o goleiro Lauro.

Nas Copas, o Brasil nunca saiu derrotado no tempo normal no Jalisco. Se o Inter repetir o desempenho estará satisfeito para em uma semana decidir a vaga no Beira-Rio. Até lá, o clube espera resolver a questão do meia Alex. O jogador foi convocado por Dunga para defender a seleção. Os dirigentes tentam a liberação do camisa 10.

O desempenho em casa do Chivas anima os colorados. Os mexicanos não venceram nenhum jogo como mandantes nesta Sul-americana. Foram empates diante de River Plate e Atlético-PR ( ambos por 2 a 2), e Aragua, da Venezuela, (por 1 a 1). Porém, como visitante vencerem todos os seus confrontos. O clube contratou nesta semana o atacante Nery Catillo, mas ainda não se sabe se ele poderá atuar em Porto Alegre.

Em comum entre Chivas e Inter está a campanha baixo das expectativas no campeonato nacional. Na rodada de fim de semana, ambos entraram em campo com suas equipes reservas. Fôlego para os jogadores não faltará a nenhuma das equipes. Quem passar do confronto pegará o triunfante do embate entre argentinos. Argentinos Juniors e Estudiantes começam a disputa na outra semifinal na quinta-feira.

FICHA TÉCNICA
CHIVAS X INTERNACIONAL

Local: Estádio Jalisco, em Guadalajara (México)
Data: 12 de novembro de 2008, quarta-feira
Horário: 22 horas (Brasília)
Árbitro: Carlos Torres (Paraguai)
Assistentes: Emigdio Ruiz e Nicolas Yegro (ambos do Paraguai)

CHIVAS: Hernández; Mejia, Reynoso, Magallón e Esparza; Abaez, Araujo, Solis e Morales; Arellano e Santana
Técnico: Efraín Flores

INTERNACIONAL: Lauro; Bolívar, Índio, Álvaro e Marcão; Edinho, Magrão, Guiñazu e Taison (Andrezinho); Alex e Nilmar
Técnico: Tite


Leia mais sobre: Internacional Chivas Copa Sul-Americana



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm/Divulgação

Sem o argentino
D'Alessandro não se recuperou de intoxicação alimentar e desfalcará o Inter

Topo