iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/11 - 20:28

Garotos do Arsenal dão show pela Copa da Liga; United sofre
Gunners impuseram 3 a 0 no Wigan tranquilamente; pênalti no fim salvou Manchester contra time da 2ª divisão

Trivela.com

LONDRES (Inglaterra) - O futuro do Arsenal está assegurado. Pelo menos foi essa a impressão que ficou dos 3 a 0 sobre o Wigan pela Copa da Liga Inglesa. Com um time com média de idade de apenas 19 anos, os Gunners deram espetáculo no Emirates Stadium e se classificaram com tranqüilidade para as quartas-de-final da competição. 

O primeiro tempo começou agitado. Os garotos do Arsenal logo mostraram habilidade e envolveram o Wigan. Nos primeiros minutos, acertaram uma bola no travessão e quase marcaram em mais de uma oportunidade de longa distância. A marcação dos Gunners, porém era deficiente, e permitiu que as chances de gol acontecessem para os dois lados.

Apesar do excelente poder ofensivo, os garotos só abriram o placar aos 42min. A jogada saiu dos pés do mais jovem deles, o meia Wilshere, que, do meio de campo, deu uma passe milimétrico para o atacante Simpson empurrar para as redes.

O domínio na segunda etapa foi ainda maior do que na primeira. Aos 63min, o maxicano Vela fez uma linda jogada pela direita, carregando a bola desde o meio de campo, e entregou de presente para Simpson marcar o segundo. O terceiro veio quatro minutos depois. Djourou tocou para Vela que, com dois toques e muita velocidade, dominou e encobriu o goleiro Kirkland.

Faltando cinco minutos para o final, foi a vez de Fabianski brilhar. O goleiro reserva espalmou um chute forte do time do Wigan que caprichosamente tocou o travessão depois de sair de suas mãos. Foi último suspiro dos visitantes, que com muita justiça, foram eliminados da Carling Cup.

Pênalti no fim salva Manchester United
Apesar do amplo domínio sobre Queens Park Rangers, da segunda divisão, o time de Alex Ferguson sofreu para garantir a classificação. A equipe que visitou os Red Devils em Old Trafford havia eleminado o Aston Villa na rodada passada e, desta vez, surpreendeu  por quase levar a partida para a prorrogação.

Ferguson colocou em campo um time de reservas e titulares. Cristiano Ronaldo e Rooney foram popados. O brasileiro Rodrigo Possebon, de 19 anos, formou a dupla de volantes com Gibson. Anderson, que costuma atuar pela posição, jogou mais adiantado. Outro jovem brasileiro do elenco, o lateral Rafael da Silva, também ganhou vaga na equipe, depois de marcar o único gol na derrota dos Red Devils para os Gunners.

O domínio do Manchester na primeira etapada foi absoluto, com posse de bola de 60%. Porém, as chances reais de gol se resumiram a uma excelente bola de O´Shea na área do QPK, não alcançada por Teves.

O segundo tempo não foi muito diferente. O Manchester continuava com a bola, mas agora chegava com mais freqüência ao ataque. O gol que definiu a classificação saiu aos 76min, em um pênalti cobrado por Teves. Danny Welbeck, que substituiu Possebon na metade do segundo tempo, foi derrubado na área em uma falta clara de Peter Ramage.

O QPK ainda assustou o Manchester nos últimos dez minutos de jogo; primeiro com um gol anulado e depois em mais dois lances de Ledesma e Blackstock. 


Leia mais sobre: Arsenal Copa da Liga Inglesa



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

"Moleques" de qualidade
Vela e Simpson fazem a festa no Emirates Stadium, em outra bela apresentação dos donos da casa

Topo