iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/11 - 18:38

Dirigente do Náutico acusa Vitória de "corpo mole" contra Furacão

Seis jogadores do time baiano tomaram o 3º amarelo contra o Galo e não pegam o Furacão, parceiro do Vitória e rival direto do Timbu

Gazeta Esportiva

  • Clique aqui para ler mais notícias sobre o Náutico
  • Clique aqui para ler mais notícias sobre o Vitória
  • Clique aqui para ler mais notícias sobre o Atlético-PR

RECIFE - Os seis desfalques do Vitória para enfrentar o Atlético-PR estão dando polêmica. Adversário direto do Náutico na briga para não ser rebaixado, o Furacão tem parceria com o Rubro-negro baiano e, por isso, há a suspeita, por parte dos pernambucanos, de um favorecimento do time comandado por Vagner Mancini para dar os três pontos aos curitibanos.

Na derrota para o Atlético-MG na última rodada, seis jogadores do Vitória tomaram o terceiro cartão amarelo e estão suspensos para este domingo na Arena da Baixada. Em virtude deste fato, o diretor de futebol timbu Gustavo Rêgo lançou suspeitas sobre os baianos.

“Quem viu o jogo pôde constatar que cinco jogadores receberam o terceiro cartão amarelo após os 40 minutos do segundo tempo, por reclamação. Além disso, o Vitória estava em casa e perdendo a partida. Mesmo assim os atletas reclamavam, jogavam a bola para a lateral, apenas para receber o terceiro amarelo. O Náutico não é imbecil. Eles querem nos eliminar, mas não vão conseguir. Infelizmente estamos voltando a uma época perigosa do futebol”, esbravejou o cartola ao Diário de Pernambuco.

Rêgo foi além e afirmou que a ação foi premeditada, e questionou o time que irá a campo. “Será muito difícil o Vitória vencer, pois o time titular do Vitória já não é bom, imagine o reserva. Se eles pudessem colocariam o time chamado dente de leite, mas aí seria muito na cara. Mas que eles estão doidos para entregar o jogo estão. Por isso vamos pedir um ouvidor da CBF para assistir a partida”, encerrou.


Leia mais sobre: Náutico Vitória



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo