iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/11 - 21:28, atualizada às 10:51 12/11

Avaí vence Brasiliense e garante acesso antecipado na Série B

Com sofrimento, equipe catarinense volta à Série A após 29 anos com um gol no fim do jogo

Gazeta Esportiva


FLORIANÓPOLIS - Com três rodadas de antecedência, o Avaí garantiu, nesta terça-feira, o acesso para a Série A de 2009. O Leão catarinense derrotou de maneira sofrida o Brasiliense por 1 a 0 e não pode mais terminar a Série B do Campeonato Brasileiro fora do G-4.

Assim como ocorreu com o Corinthians, a festa em Florianópolis começou mais cedo. E acabou bem tarde, com comemoração para jogadores, diretoria, comissão técnica e o ilustre torcedor Gustavo Kuerten, o ex-tenista Guga.

Até mesmo um empate bastaria para o Avaí conquistar o acesso, sendo necessário empate entre Barueri e Vila Nova. Mas foi com gol de Evando, aos 36 minutos do segundo tempo, ate um ‘frango’ engolido pelo goleiro Guto que a festa foi antecipada no Estádio da Ressacada.

Ao longo do jogo, o Brasiliense esteve por muitas vezes melhor, mas acabou barrando na grande atuação do goleiro Eduardo Martini. O time candango já não tem mais pretensões na Série B – não tem chances de acesso e dificilmente voltará a ser ameaçado pelo rebaixamento.

Gazeta Press
Gazeta Press
Torcedor ilustre do Avaí, o ex-tenista Gustavo Kuerten invadiu o gramado e festejou


O jogo 
Não faltaria disposição ao Avaí para buscar o resultado neste terça-feira, mas o que o time não esperava era o poder de ataque demonstrado também pelo Brasiliense, que, em alguns momentos, criou chances reais de gols na Ressacada. Mesmo assim o Leão catarinense começou pressionando.

No primeiro lance, em cruzamento da esquerda, Joélson pegou de primeira e Evando desviou, mas Guto fez a defesa. Pouco depois foi a vez dos visitantes, com boa finalização de Aílson. Aos 19 minutos, após bate-rebate na área do time candango, William ficou com a sobra e bateu firme, obrigando Guto a fazer boa defesa.

O Avaí seguia pressionando e quase chegou ao gol aos 33 minutos, quando Evando tabelou com Válber e finalizou já dentro da área, mas mais uma vez o goleiro do Brasiliense salvou. Nos acréscimos, Guto quase compremeteu: o guarda-metas deu rebote em chute de Joélson e William apareceu finalizando, mas o camisa 1 conseguiu a recuperação.

De volta para o segundo tempo, com três minutos de bola rolando o confronto teve de ser paralisado por conta da fumaça produzida por sinalizadores acendidos pela torcida do Avaí. O Brasiliense havia voltado um pouco melhor e os erros do Leão irritavam cada vez mais os torcedores.

Aos 15 minutos, a massa azul e branca presente na Ressacada vaiou a saída de Joélson, substituído, e imediatamente o técnico Silas apareceu para responder, apontando com sinal de negativo para as arquibancadas. Enquanto isso, o visitante passava a criar chances cada vez mais perigosas. O momento mais crítico aconteceu aos 21 minutos.

Foi quando o goleiro Eduardo Martini saiu jogando errado e entregou a bola nos pés de Coquinho, que arriscou do meio-de-campo e mandou à direita da meta. No minuto seguinte, Jóbson recebeu no ataque, cortou a marcação e bateu rasteiro, obrigando o goleiro a se esticar. Na seqüência, mais um teste de coração para o torcedor, quando Eduardo fez milagre salvando duas cabeçadas perigosas em cobrança de escanteio.

Mesmo sem jogar bem, o gol do Avaí finalmente saiu a 10 minutos do final. O atacante Evando recebeu na intermediária e arriscou rasteiro. O goleiro Guto, que teve exímia atuação em grande parte do jogo, acabou aceitando, entre as pernas. O gol que garantiria o acesso estava feito.

Nos minutos finais, bastou ao time segurar o resultado enquanto a torcida fazia a sua festa.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 1 X 0 BRASILIENSE

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 11 de novembro de 2008, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo e Ivan Carlos Bohn (ambos de PR)

Cartões Amarelos: Arlindo Maracanã (Avaí); Bidú (Brasiliense)

Gols: Evando, aos 36min do segundo tempo ..

AVAÍ: Eduardo Martini; Arlindo Maracanã, Rafael, Cássio e Jef Silva; Marcos Winícius, Batista, Joélson (Odair) e Válber (Ferdinando); Evando e William (Rafael Costa).
Técnico: Silas

BRASILIENSE: Guto; Patrick, Fábio Braz, Ailson e Edinho; Coquinho, Juninho, Bidú (Tiago Félix) e Adrianinho (Marcinho); Diogo e Jóbson.
Técnico: Reinaldo Guedini


Leia mais sobre: Avaí Série B



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Avaí é da elite!!!!
Equipe catarinense garante acesso à Série A com três rodadas de antecedência

Topo