iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/11 - 16:08

Acusado por Kléber Pereira, árbitro irá processar atacante

Jogador acusou o árbitro de Vasco x Santos de ter recebido recompensa financeira para prejudicar o Peixe

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Depois de soltar o verbo contra a atuação do árbitro Elmo Alves Resende Cunha e ver a procuradoria do STJD garantir que irá indiciá-lo pelas declarações dadas após a derrota do Santos para o Vasco, o atacante Kléber Pereira pode ganhar mais um problema. É que na tarde desta terça-feira, o juiz da partida resolveu contra-atacar e garantiu que processará o goleador pelas afirmações dadas ao término do confronto.

O árbitro goiano garantiu contar com o apoio da Associação Nacional dos Árbitros (Anaf) para a abertura do processo contra o artilheiro do Campeonato Brasileiro. ˝As providências estão sendo tomadas pela Anaf. O Departamento Jurídico da instituição vai definir como irei proceder. Vamos processá-lo por danos morais e também ingressar na justiça esportiva˝, disse Resende Cunha.

Para Elmo Alves Resende Cunha, as críticas de Kléber Pereira – que afirmou que o juiz havia recebido dinheiro da diretoria vascaína - foram exageradas e atingiram a sua integridade moral. ˝Todos na minha família ficaram muito chateados, claro. Eles tiveram que se colocar na posição de quem tem que me defender, por causa de uma calúnia˝, comentou.

O árbitro ainda declarou que nenhum atleta tem o direito de questionar a sua atuação, ainda mais quando a análise é levada para o lado pessoal. Segundo o juiz, a Comissão Nacional de Arbitragem (Conaf) é a única responsável pela avaliação do desempenho dos árbitros. ˝As imagens estão à disposição deles (Conaf), que são as pessoas que analisam o nosso trabalho em todas as rodadas˝, finalizou.


Leia mais sobre: Elmo Alves Resende Cunha Kléber Pereira



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Não vai deixar barato
Elmo Cunha vai cobrar explicações na Justiça do jogador santista que o ofendeu

Topo