iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/11 - 09:51

Direção alviverde discorda de Luxa e ainda fala em título
"Não está descartado. Não podemos deixar de brigar", pediu o dirigente Toninho Cecílio

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Após a derrota contra o Grêmio, o técnico Wanderley Luxemburgo passou a direcionar seu trabalho no Palmeiras para conquistar somente a vaga na Copa Libertadores da América. Só que o discurso do treinador com a diretoria do Verdão parece desafinado. O gerente de futebol Toninho Cecílio assegura que o clube ainda pode sonhar com o título.

Na quarta colocação, o Palmeiras está quatro pontos atrás do líder São Paulo. O Verdão ainda vai disputar 12 pontos no Campeonato Brasileiro: enfrenta Flamengo (fora), Ipatinga (casa), Vitória (fora) e Botafogo (casa).

'É óbvio que ficou mais complicado, as dificuldades aumentaram. Mas não está descartado (o título). Não podemos deixar de brigar', afirmou Toninho Cecílio.

A partir de terça-feira, data da reapresentação, diretoria e comissão técnica terão um trabalho duro pela frente para animar os atletas. Para Toninho Cecílio, o elenco deve esquecer os pontos perdidos e pensar na briga do G-4. Se vacilar nos compromissos que restam, o Palmeiras corre o risco de ficar até sem a vaga na Libertadores, já que a vantagem para o Flamengo, quinto colocado, é de só um ponto.

'A gente exige que o ambiente seja de um clube que precisa assimilar essa derrota. Está doendo em todos nós. Precisamos ter um grupo de jogadores que apresente uma reação rápida', decretou Toninho Cecílio.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo