iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/11 - 11:09

Rogério Ceni admite: resultado foi injusto e São Paulo teve sorte
Goleiro explicou que a Portuguesa conseguiu jogar melhor no segundo tempo, mas teve azar nos minutos finais

Gazeta Esportiva

  • Lusa reclama irregularidade no segundo gol são-paulino
  • Borges "briga" pelo 3º gol e decreta: "Não podemos perdoar"
  • Milton Neves: Mesmo "operado", São Paulo vence a Lusa
  • Ricardo Kotscho: É tri? É hexa? Olha o Tricolor aí outra vez!

    SÃO PAULO - O capitão Rogério Ceni sempre foi marcado pela sinceridade e, neste sábado, depois da vitória por 3 a 2 sobre a Portuguesa, não agiu de forma diferente. Ciente do sufoco que seu time levou nos momentos finais da partida, admitiu que o resultado final do placar não foi justo.

    “O futebol é assim. Em muitas partidas nós fomos superiores e não vencemos. Hoje (sábado), a Portuguesa foi melhor no segundo tempo e não venceu. Não há explicação. A sorte escolheu um lado e hoje (sábado) foi o nosso”.

    Para o goleiro-artilheiro, a conquista dos três pontos dentro do Canindé tem um responsável em especial: Borges, autor dos dois primeiros gols da equipe e que ainda tentou “roubar” de Zé Luis o terceiro, confirmado para o volante na súmula de Wilson Luis Seneme.

    “Hoje foi a noite do Borges e da torcida. Agora é só fazer a nossa parte domingo, com 70 mil pessoas no Morumbi, para continuarmos caminhando. Mas temos que tomar cuidado, pois o Figueirense já arrancou pontos do Palmeiras e do Grêmio, nossos adversários mais próximos”, concluiu.

    O volante Hernanes, novamente figura sóbria no meio-campo, também apostou em dificuldades contra os catarinenses, mas apostou suas fichas no potencial são-paulino. 'Daqui para a frente todos os jogos serão assim, decisões. Mas estamos preparados para tudo', garantiu.

    Milton Trajano
    Charge do iG Esporte


  • Leia mais sobre: SãoPaulo Portuguesa Brasileirão

    > Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


    Divulgação

    são paulo

    Líder do Brasileirão
    Borges (esquerda) comemora gol do São Paulo na vitória sobre a Portuguesa no Canindé

    Topo
    Contador de notícias