iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/11 - 19:39

Desespero de Marcos causa divergência no elenco alviverde
O volante Martinez reprovou. “Faltando 15 minutos, não era para se desesperar desse jeito”, disse o jogador na saída do gramado

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O goleiro Marcos foi um dos personagens na derrota do Palmeiras diante do Grêmio. Após sofrer o único da partida, marcado por Tcheco, o camisa 12 do Verdão entrou em desespero: foi para a área várias vezes tentar a cabeçada após os 30 minutos do segundo tempo.

A atitude de “São Marcos” foi encarada de formas distintas pelos jogadores. O volante Martinez reprovou. “Faltando 15 minutos, não era para se desesperar desse jeito”, disse o jogador na saída do gramado.

Outros integrantes do Verdão preferiram evitar qualquer tipo de conflito com o capitão do time. ”Isso é atitude de profissional que quer ganhar. Precipitado ou não, não podemos julgar. Temos que olhar pelo lado vencedor do Marcos”, disse o meia-atacante Denilson, acompanhado pelo atacante Alex Mineiro.

'Achei que foi normal (a atitude de Marcos). A equipe está querendo vencer e o Marcos não gosta de perder, por isso foi à frente nos ajudar', simplificou. 'É isso aí. Temos que tentar fazer coisas diferentes para seguir sonhando com o título'

Durante a partida, o técnico Vanderlei Luxemburgo reprovou as subidas de Marcos ao ataque. Sem ouvir o treinador, o goleiro foi para a área gremista até com a bola em movimento.

Recentemente, Marcos e Luxemburgo entraram em choque. O camisa 12 levou uma bronca pública do treinador por criticar abertamente o time após a derrota diante do Fluminense, no Maracanã. Com a confirmação da derrota, Marcos deixou rapidamente o gramado do Palestra Itália e evitou o contato com a imprensa.


Leia mais sobre: Palmeiras Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias