iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/11 - 19:09

Cruzeiro faz 1 a 0 no Flu e ainda acredita no título

Gol da vitória do time da casa foi marcado pelo volante Ramires, aos 21 minutos do segundo tempo

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O Cruzeiro venceu o Fluminense por 1 a 0 na tarde deste domingo e continua vivo na briga pelo título nacional. Com 61 pontos, a Raposa ainda precisa tirar os quatro de vantagem que o São Paulo tem e ficar também à frente de Grêmio e Palmeiras. Já o Fluminense deixa de somar pontos importantes na briga contra o rebaixamento, mantendo-se com 37.

Assista ao gol de Ramires no Mineirão

O jogo começou movimentado, com os dos lados partindo para o ataque, dando idéia de que seria um jogo franco. O primeiro a levar perigo foi o Fluminense, logo aos cinco minutos. Washington recebeu cruzamento da direita, dominou e, na hora do chute, foi abafado por Fábio.

O Cruzeiro respondeu dois minutos depois, quando Jajá lançou Guilherme com precisão. O artilheiro celeste cortou o zagueiro e chutou em cima de Fernando Henrique. No rebote, Wagner bateu e Fabinho cortou o gol certo.

A equipe da casa foi ganhando o domínio territorial da partida e o Fluminense tinha dificuldade para sair para o ataque. Assim, o time mineiro foi chegando mais perto de seu gol, que quase saiu aos 20 minutos. Após jogada envolvente de toques curtos, Ramires pôs Jonathan na cara do gol. Com um chute de bico, o lateral jogou a bola raspando à trave.

Para esfriar o jogo, o Fluminense tentava fazer o relógio correr. Por sugestão de seu treinador, a partida foi parada para que os jogadores bebessem água – atitude justificada de Leonardo Gaciba, aliás, dado o calor que fazia no Mineirão. Em mais de um momento, os tricolores demoraram mais que o comum para cobrar bolas paradas.

Enquanto isto, o Cruzeiro continuava melhor, buscando seu gol. Jajá, numa cabeçada cruzada, quase conseguiu, mas foi impedido por uma excepcional defesa de Fernando Henrique. No fim do primeiro tempo, a Raposa chegou a balançar as redes. Guilherme bateu, a bola desviou em Jajá e entrou, mas o lance foi anulado por um impedimento bem marcado.

No segundo tempo, a tônica do jogo não mudou. O Fluminense conseguiu se defender com êxito até os 20 minutos, quando saiu o gol. Guilherme recuou até a intermediária, puxando a marcação e enfiou uma bola aérea para dentro da área. Ramires apareceu, saltou livre e desviou de cabeça. Ela ainda tocou o pé trave antes de morrer nas redes de Fernando Henrique.

Inicialmente, o Cruzeiro continuou em cima, mesmo com o gol. Em busca do empate, o Tricolor também se abriu, e os celestes passaram a apostar também nos contra-ataques. Wagner voltou até o campo de defesa, roubou a bola e lançou para Guilherme. O atacante dominou, encarou a marcação e rolou de volta para o próprio Wagner. De primeira, da meia-lua, o meia acertou a trave.

O Fluminense partiu para o tudo ou nada e acabou a partida com três atacantes em campo: Washington, que havia começado a partida, Somália e Ciel. Ciel foi quem mais levou perigo à defesa cruzeirense, com sua velocidade e, na melhor chance tricolor, Fábio evitou o gol. No último lance, o Cruzeiro ainda triscou a trave, num chute de longa distância de Ramires.

Ambas as equipes voltam a campo somente no próximo sábado. O Cruzeiro vai ao Recife encarar o Náutico, enquanto o Fluminense joga em casa contra a Portuguesa.

Leia também:


FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO x FLUMINENSE  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 9 de novembro de 2008, domingo
Árbitro: Leonardo Gaciba (Fifa-RS)
Assistentes: Milton Otaviano dos Santos (Fifa-RN) e José Chaves Filho (RS)
Cartão amarelo: Carlinhos (Fluminense)

CRUZEIRO: Fábio; Jonathan, Thiago Heleno (Thiago Martinelli), Léo Fortunato e Fernandinho (Carlinhos); Henrique, Marquinhos Paraná, Ramires e Wagner; Jajá (Wanderley) e Guilherme
Técnico: Adílson Batista

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Carlinhos, Thiago Silva, Luiz Alberto e João Paulo; Fabinho, Wellington Monteiro (Somália), Arouca (David) e Darío Conca; Everton Santos (Ciel) e Washington
Técnico: René Simões


Leia mais sobre: Cruzeiro Fluminense Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Ainda na briga
Com o triunfo, o Cruzeiro foi à 61 pontos e subiu para a terceira poisção na tabela do Brasileirão

Topo