iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

08/11 - 22:20

Partida no Canindé termina marcada pela tensão
Durante o intervalo, um grupo de torcedores tentou ultrapassar um dos setores do estádio usando da violência para se aproximar dos cerca de 10 mil são-paulinos

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A partida entre Portuguesa e São Paulo realizada no Canindé neste sábado não foi emocionante apenas dentro de campo. Durante e após o confronto que colocou o anfitrião na zona de rebaixamento e manteve o Tricolor na liderança, torcedores rubro-verdes elevaram os ânimos à flor da pele.

Durante o intervalo da partida, quando a Lusa ainda era derrotada por 2 a 1, um grupo de torcedores tentou ultrapassar um dos setores do estádio usando da violência para se aproximar dos cerca de 10 mil são-paulinos que lotaram a outra metade das arquibancadas. O grupo ainda conseguiu derrubar uma das grades de separação, mas foi contido pela Polícia Militar.

Após o jogo, com a derrota por 3 a 2 decretada com gol no final marcado por Zé Luis, a tensão aumentou ainda mais. O saldo, desta vez, foi um torcedor desmaiado próximo à entrada dos vestiários do São Paulo, enquanto o restante protestava.

Um médico da Portuguesa foi ao local para reanimar o ferido enquanto a Polícia Militar isolava o revoltado grupo – as acusações são de que um dos seguranças do Tricolor teria promovido a agressão. Enquanto isso, o elenco visitante se preparava para deixar o Canindé no ônibus.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias