iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

08/11 - 11:59

Kaká admite apresentações ruins do Milan, mas promete evolução
"Temos faltado em criatividade, mas não podemos nos esquecer que estamos sem um homem-chave como Pirlo", disse

Gazeta Esportiva

MILÃO (Itália) - O Milan ainda paga o preço por sua queda de produção nos últimos meses. Mesmo liderando o Campeonato Italiano, com um ponto a mais que a Udinese, o time ainda busca um acerto com seu reformulado elenco.

Ainda assim, segundo Kaká, os rossoneri estão em ascensão, e não podem ser descartados da lista de favoritos aos títulos do Italiano e da Copa da Uefa.

Segundo o brasileiro, o Milan da atual temporada é “uma equipa mais madura, que tem mais qualidade do que em 2007 e que pode surpreender”. “Tenho um objetivo: ganhar o Scudetto e Copa da Uefa. Podemos conquistar os dois títulos e entrar para a história do clube”, afirmou o camisa 22, em entrevista ao jornal Gazzetta dello Sport.

O brasileiro, porém, admitiu que as apresentações milanistas em 2008 ainda estão aquém das possibilidades. “Certo, não somos brilhantes em termos de jogo. Temos resultados estáveis, e isso é positivo, mas não temos jogado bem. Temos faltado em criatividade, mas não podemos nos esquecer que estamos sem um homem-chave como Pirlo”, disse Kaká, referindo-se à contusão do companheiro.

Mesmo reforçado por jogadores como Ronaldinho Gaúcho, Shevchenko e Flamini, que chegaram para a atual temporada, o Milan – que já contava com Kaká, Alexandre Pato, Inzaghi, Seedorf, Pirlo, Nesta e Maldini, entre outros – vem tendo dificuldades para equilibrar tantos talentos em campo. A situação, entretanto, é encarada com naturalidade por Kaká, que se lembrou de situação semelhante.

“Já tinha aprendido a lição na minha pele. Já havia jogado em uma equipe cheia de talento, o Brasil na Copa do Mundo de 2006, e não ganhei nada. Isto significa que o espírito de equipe e o sacrifício são componentes necessários. O objetivo do Milan é simples: combinar qualidade e quantidade”, disse o melhor jogador do mundo em 2007, dando a entender a ausência de tais componentes na seleção brasileira da última Copa do Mundo.

O Milan tem 22 pontos no Campeonato Italiano, e joga fora de casa neste final de semana contra o Lecce, 13º colocado com 11 pontos. Na Copa da Uefa, o time de Carlo Ancelotti é o líder do Grupo E, com seis pontos em dois jogos, graças às vitórias por 3 a 1 sobre Heerenveen e 1 a 0 sobre o Sporting Braga.

Autor do gol da vitória sobre os bracarenses, Ronaldinho Gaúcho ganhou elogios do companheiro. “Para nós, ele é muito importante. A força do Milan é ter jogadores como Ronaldinho, capazes de resolver partidas a qualquer momento”, disse Kaká.


Leia mais sobre: Kaká Milan



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo