iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

08/11 - 10:22

Em busca do embalo, Vasco recebe Peixe em São Januário
Vasco, vice-lanterna do Brasileirão, tenta se afastar do fantasma do rebaixamento com uma vitória em casa

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O ‘caldeirão’ de São Januário promete ferver neste sábado a partir das 18h30 para o encontro entre Vasco e Santos pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com mais de 20 mil ingressos vendidos, os cariocas esperam conseguir a reabilitação e dar mais um passo para fora do buraco do rebaixamento.

Uma vitória pode servir para os comandados de Renato Gaúcho deixarem a penúltima colocação da tabela, onde se encontram atualmente com 34 pontos. Já o Peixe, que perdeu o clássico para o Palmeiras no último final de semana por 2 a 1, tem 40 pontos e quer um bom resultado para espantar de vez o fantasma da segunda divisão.

No Vasco, a boa notícia para o jogo deste sábado deve ficar por conta do retorno do atacante Leandro Amaral. Após mais de 20 dias se recuperando de uma lesão no tornozelo esquerdo, o jogador treinou com bola durante toda a semana e deve formar dupla com o jovem Alex Teixeira.

Já Edmundo, apesar de também livre de um problema muscular, deve começar a partida no banco de reservas, pois Renato Gaúcho se mostrou temeroso de iniciar o confronto com dois jogadores voltando de lesão.

Renato optou também por manter o volante Rodrigo Antônio na lateral-esquerda, ocupando a vaga do lesionado Valmir. O meio-campista atuará desta maneira no clássico carioca do último domingo, na vitória cruzmaltina por 1 a 0 sobre o Fluminense.

“Temos que vencer e todo esforço será necessário em busca do resultado positivo”, avisou Rodrigo Antônio. “Darei o meu melhor na partida e nossa expectativa não pode ser outra a não ser o triunfo. Temos que levar a melhor e tentar sair da zona de risco já nesta rodada”, complementou.

Além da formação da equipe, Renato Gaúcho também sofrido com outros problemas desde que assumiu o Vasco. O treinador procura não deixar o time se abater pelas constantes críticas diante da má campanha no Brasileiro.

“ É hora de dar moral para os meus atletas, passar confiança”, analisou Renato. “Muitas vezes ouvimos que este é o pior time da história do Vasco e sei que isso incomoda os jogadores, todo mundo tem família. Mas a maior resposta que podemos dar é dentro das quatro linhas, ganhando estes jogos”, afirmou.

No Santos, a ordem é esquecer a derrota para o Palmeiras no clássico do último domingo e focar todos os esforços numa vitória em São Januário. Para os santistas, um triunfo fora de casa seria muito importante para afastar definitivamente o perigo de rebaixamento.

Na opinião do meia Molina, mesmo estando em 13 ° lugar na competição, o Peixe ainda precisa somar pontos para não sofrer mais com o risco de queda. “Ainda não estamos totalmente livres. O Vasco é um adversário direto e não podemos deixá-los chegarem a 37 pontos. Eles precisam ganhar para sair da zona do rebaixamento. Estamos encarando este jogo como decisivo e vencer significa estar fora de perigo”, disse o colombiano.

Para este desafio, o técnico Márcio Fernandes poderá contar com o time quase completo. Domingos volta à equipe após cumprir suspensão automática e deve formar a dupla de zaga ao lado de Fabiano Eller. Adaílton pode atuar ao lado dos dois, se o treinador optar por escalar o Alvinegro Praiano no 3-5-2.

A opção do esquema com três zagueiros é improvável, tendo em vista que Márcio Fernandes não gosta de alterar muito o time. Por isso, sem o volante Roberto Brum, que está suspenso após ter recebido o terceiro amarelo, Adriano deve entrar em seu lugar, formando o meio-campo ao lado de Rodrigo Souto, Bida e Molina.

Satisfeito com a produção da equipe contra o Palmeiras, na última rodada, o comandante santista quer que seus jogadores mirem a conquista de uma vaga na Sul-americana de 2009 como objetivo a ser alcançado.

“Vamos encarar um time de qualidade, com um bom técnico e uma torcida apaixonada”, discursou Fernandes. “Esperamos jogar um futebol de primeira linha como foi diante do Palmeiras, pois ainda faltam cinco partidas e precisamos conquistar mais pontos para nos mantermos na zona da Sul-americana”, encerrou.

FICHA TÉCNICA
VASCO X SANTOS

Local:
Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 8 de novembro de 2008, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Altemir Hausmann (Fifa-RS)

VASCO: Rafael; Eduardo Luiz, Jorge Luiz e Odvan; Wagner Diniz, Jonílson, Mateus, Mádson e Rodrigo Antônio; Alex Teixeira e Leandro Amaral
Técnico: Renato Gaúcho

SANTOS: Fábio Costa; Wendel, Domingos, Fabiano Eller e Kléber; Adriano (Adaílton), Rodrigo Souto, Bida e Molina; Nelson Cuevas e Kléber Pereira
Técnico: Márcio Fernandes


Leia mais sobre: Vasco Santos Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias