iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/11 - 09:28

Léo Lima destoa do grupo e diz: Verdão é favorito contra Grêmio

“Em qualquer jogo na nossa casa nós somos favoritos. Vamos jogar com a força da nossa torcida", disse o meia

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O Palmeiras tem adotado durante toda a semana um discurso de cautela em relação ao jogo que pode definir a manutenção do seu sonho de título brasileiro. Ao contrário do que ocorreu antes do clássico contra o São Paulo, todos têm evitado ver favoritismo neste domingo, diante do Grêmio.

O ‘herói’ da vitória por 2 a 1 na Vila Belmiro, no entanto, pensa diferente.

Léo Lima, autor do gol nos acréscimos que definiu os três pontos a mais na conta alviverde contra o Santos na última rodada, não escondeu que sua equipe leva vantagem ao enfrentar os ex-líderes do Brasileiro que hoje ocupam o terceiro lugar, uma posição e um ponto abaixo da equipe de Wanderley Luxemburgo.

“Em qualquer jogo na nossa casa nós somos favoritos. Vamos jogar com a força da nossa torcida. No Palestra, com certeza o Palmeiras é favorito contra o Grêmio”, frisou o camisa 27, que já havia deixado a Vila Belmiro no domingo dizendo ter feito o “gol do título”.

O raciocínio do meio-campista é o mesmo que Diego Souza, Leandro e Wanderley Luxemburgo usaram ao colocar seu time como “70% favorito” no duelo contra o São Paulo: o Verdão é o melhor mandante da competição, com 84,4% de aproveitamento dos 45 pontos que disputou no Parque Antártica.

Este pensamento, no entanto, já serviu de motivação no Morumbi. Às vésperas da partida, o zagueiro Rodrigo, por exemplo, manifestou sua irritação com o favoritismo assumido pelo rival. Após o empate por 2 a 2 estabelecido com dois gols palmeirenses entre os 33 e 35 minutos do segundo tempo, o são-paulino ironizou. “Os favoritos tiveram bastante trabalho para empatar com a gente, né?”

Prova de aprendizado ou não com o episódio, o fato é que publicamente poucos concordam com Léo Lima. No desembarque dos 14 jogadores que perderam do Argentinos Juniors na quarta-feira, pela Sul-americana, dois dos poucos titulares que viajaram adotaram discurso completamente diferente do camisa 27.

“Se é ou não favorito, isso não vai interferir dentro de campo. Depois do apito inicial, não tem favorito em campo”, pregou Martinez, acompanhado por um ainda mais cauteloso Denílson. “O Palmeiras não é favorito. Nenhuma dessas equipes com chances de ser campeã pode ser considerada favorita”, avisou o meia-atacante, encerrando com um alerta ainda mais direto. “Seria um erro pensarmos que somos favoritos.”


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

Confiança em alta
Diferente da maiora dos companheiros de time, Léo Lima afirma que Verdão é favorito

Topo