iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/11 - 15:03

Dirigente apoia Bota e insinua favorecimento aos paulistas
O juiz escolhido para o clássico apitou a polêmica final da Taça Guanabara, da qual os botafoguenses reclama até hoje

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Revoltado com a escalação do árbitro Marcelo de Lima Henrique para o clássico de domingo, contra o Flamengo, o Botafogo ganhou nesta sexta-feira o apoio do presidente da Comissão de Árbitros da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Jorge Rabello. O juiz escolhido apitou a polêmica final da Taça Guanabara, da qual os botafoguenses reclama até hoje.

”A escalação do Marcelo de Lima Henrique neste jogo é uma falta de critério, de bom senso e isso para não dizer má intenção. Estou manifestando de forma oficial, através de um manifesto, o meu repúdio a escalação do Marcelo neste jogo. Muito me estranha a passividade com que os dirigentes do Rio de Janeiro estão aceitando algumas coisas, pois por muito menos no Campeonato Carioca eles estariam pedindo uma CPI na Federação do Rio de Janeiro”, disparou.

“Não estou colocando em dúvida a honestidade dos árbitros, mas que há um favorecimento claro ao futebol de São Paulo, isso é claro. É só pegar as últimas escalas e ver. Os árbitros de São Paulo apitaram 70 jogos e os árbitros do Rio de Janeiro 40 e pouco jogos neste Brasileiro”, acusou Jorge Rabello.

Rabello, que está enviando o manifesto a Rubens Lopes, presidente da Ferj, criticou a postura de Sérgio Corrêa, presidente da Comissão Nacional de Árbitros, de não ter se manifestado sobre o caso.

”Eu nunca deixei de atender jornalistas em momentos de questionamento, pois tenho transparência. Jamais vou esconder de ninguém quando os árbitros erram, pois isso é natural. O triste é que hoje só se fala de arbitragem e se esquecem do clássico”, lamentou.

“Vão dizer que o que ele (Marcelo) marcar a favor do Botafogo será porque quer mostrar que não é Flamengo e o que marcar a favor do Flamengo será para mostrar que não está pressionado. Ou seja, lamentável. Pelo menos o trio de arbitragem é experiente e sabe lidar com pressão”, concluiu Jorge Rabello.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo