iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/11 - 20:33

Com elenco inferior, Tcheco diz que definição será em campo

Jogador acredita que Palmeiras e Inter tem elencos melhores que o do Tricolor gaúcho, mas diz que sem Diego Souza as coisas ficam mais equilibradas

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - O meia Tcheco não escondeu o alívio ao saber da punição imposta ao meia palmeirense Diego Souza pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quinta-feira.

Com o ex-companheiro fora do confronto contra o Grêmio no domingo, o jogador prevê um jogo equilibrado, apesar de reconhecer o elenco alviverde como mais capacitado: para ele, a diferença será feita apenas dentro de campo.

“Nós temos que ser humildes de reconhecer: no papel o time do Palmeiras é mais qualificado como também é o Internacional, com um plantel mais completo e jogadores formidáveis em todas as funções. Mas com a saída do Diego pelo STJD, o equilíbrio será um pouco maior. No papel”, advertiu o jogador, em entrevista à Rádio Globo.

O meia ainda frisou que o time teve melhor campanha por boa parte do Brasileirão, ultrapassado pela primeira vez após o empate em casa com o Figueirense, enquanto o Colorado sequer está no G-4. “Na prática, éramos líderes até a última rodada e vamos tentar emplacar o nosso placar com marcação forte para tentar surpreender o Palmeiras”.

O tropeço no Estádio Olímpico derrubou o Tricolor Gaúcho para a terceira posição, com 60 pontos, um atrás do adversário de domingo e dois para o líder São Paulo. Por isso, Tcheco também confirmou que estará na torcida pela Portuguesa neste sábado, para a partida contra o time de Muricy Ramalho, no Canindé.

“A essa altura, é o que nos resta. O São Paulo e o atual líder e a gente sabe que tem que torcer por outros times que vão encontrá-los. Nessas circunstâncias, só nos resta secar. O São Paulo é muito competente e, além de fazer a nossa parte, nos resta ficar secando”, completou o atleta.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo