iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/11 - 18:38

Olympique pede apoio do governo francês em caso de torcedor preso em Madri

Santos Mirasierra foi preso em 1º de outubro, após incidentes violentos em duelo contra Atlético, pela Liga

EFE

PARIS (França) - O Olympique de Marselha pediu às autoridades francesas que intercedam a favor de um torcedor da equipe que está preso desde o início de outubro em Madri.

Santos Mirasierra foi preso em 1º de outubro, após os incidentes violentos na arquibancada do estádio Vicente Calderón, em partida da Liga dos Campeões entre Atlético de Madri e Olympique.

O presidente da equipe francesa, Pape Diouf, pediu o apoio do Governo de seu país e classificou o incidente como um caso de seqüestro.

"O clube está se mobilizando e não desistirá enquanto Santos continuar em poder daqueles que o seqüestraram. Porque é preciso dizer claramente: houve um seqüestro", disse ao site do clube.

Segundo o Tribunal Superior de Justiça de Madri, a Promotoria pedirá oito anos de prisão a Mirasierra, acusado de desordem pública e desacato à autoridade.

Diouf classificou a decisão dos espanhóis como "loucura" e reclamou da violência dos policiais de Madri. "Os grandes culpados são os policiais espanhóis, que agiram de forma selvagem contra nossos torcedores", disse o cartola, para quem Mirasierra é o "bode expiatório ideal".


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias