iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/11 - 12:53

Luxemburgo fica irritado com novo julgamento de Diego Souza

"Meu jogador não treinou no primeiro julgamento e agora fica sem treinador de novo", reclamou o treinador

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Pela segunda vez nesta semana, o meio-campista Diego Souza estará no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), tanto que treinou em horário diferente do restante do grupo do Palmeiras. Na segunda-feira, ele foi julgado pela expulsão contra o São Paulo.

Agora, entra na pauta mais uma vez por um lance da partida contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Através das imagens da televisão, Diego Souza foi flagrado colocando a mão no rosto do volante Fabrício, do Cruzeiro. No primeiro julgamento do lance, o palmeirense escapou de punição, mas a procuradoria do STJD recorreu.

“Estou chateado, eu fico sem o jogador para treinar na semana de uma partida decisiva. Meu jogador não treinou no primeiro julgamento e agora fica sem treinador de novo. Tem alguma coisa equivocada nisso”, disparou o técnico Wanderley Luxemburgo.

Para o treinador alviverde, o número excessivo de julgamentos do Campeonato Brasileiro é um ponto a ser revisto no ano que vem. “Tem que sentar e discutir com a gente (treinadores). Fui participar no Real Madrid de uma discussão da Champions League. Aqui no Brasil, você não é chamado para nada. Cada vez fica mais distante, técnicos, jogadores, árbitros, membros do STJD”, detectou Luxemburgo.

No elenco do Palmeiras, a expectativa é de contar normalmente com Diego Souza no jogo de domingo contra o Grêmio, no Parque Antártica. O zagueiro Gustavo revelou a certeza do companheiro em mais uma absolvição pelo lance da partida diante do Cruzeiro.

“É uma situação difícil. Você é absolvido e tem que ser julgado de novo. Mas conversei pela manhã com o Diego Souza. Ele está tranqüilo em um bom resultado”, afirmou Gustavo.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo