iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/11 - 18:48

Goleiro do Flamengo pagará cestas básicas em acordo após tentativa de agressão

Confusão envolvendo Bruno foi em junho deste ano, em uma lanchonete em Jacarepaguá, bairro da capital fluminense

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Depois de ser acusado de tentativa de agressão por um estudante, o goleiro Bruno, do Flamengo, aceitou realizar o pagamento de dois salários mínimos em cestas básicas para uma instituição da Freguesia, em Jacarepaguá. A confusão aconteceu em junho deste ano, em uma lanchonete no local.

O jogador teria agredido ao estudante Carlos Eduardo Rodrigues, que não quer saber apenas deste ônus ao goleiro: ele promete entrar com ação na área cível para cobrar uma indenização pelo fato.

Bruno esse ano já se envolveu também em confusão após o confronto com Atlético-MG, em Belo Horizonte, quando levou prostitutas para farra com jogadores em seu sítio, em episódio que terminou com acusações de agressão do atacante Marcinho a uma delas.

Enquanto isso, o jogador se prepara para enfrentar outra ‘encrenca’: o time pega o Botafogo neste domingo, às 19h10 (de Brasília), para tentar se manter na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.


Leia mais sobre: Bruno Flamengo



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo