iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/11 - 00:08

Contra líder Galatasaray, Benfica quer primeiro triunfo na Uefa

Equipe vem de duas vitórias consecutivas no Campeonato Português, onde aparece na segunda posição

Gazeta Esportiva

LISBOA (Portugal) - Vindo de duas vitórias consecutivas no Campeonato Português, onde aparece na segunda posição, a um ponto do Leixões, o Benfica quer estender o seu bom momento para a Copa da Uefa. Nesta quinta-feira, os Encarnados recebem o Galatasaray de olho na liderança do grupo B do segundo torneio de clubes mais importante da Europa.

Os portugueses estrearam na fase de chaves com um empate diante do Hertha Berlim na Alemanha. Já os turcos fizeram o dever de casa e, com um magro 1 a 0 sobre o Olympiakos, assumiram a ponta de forma isolada. Por isso, o técnico Quique Flores prega respeito máximo ao rival. “Eles tocam bem a bola, têm bons jogadores e têm feito bons jogos”, elogia.

Um desses bons jogos do Galatasaray aconteceu no último final de semana, quando bateu o Gaziantepspor por 3 a 1. No entanto, o time ainda não atingiu a regularidade e aparece apenas na quinta colocação do Campeonato Turco. Nada que convença os portugueses a admitirem o favoritismo para o jogo desta quinta no Estádio da Luz.

“São duas equipes habituadas a disputar a Copa dos Campeões, têm o mesmo valor. Será um jogo diferente”, analisa Quique Flores, que terá o reforço de dois hermanos para tentar bater o time turco e alcançar a ponta.

O meia Pablo Aimar se recuperou de lesão e fará sua estréia pelo Benfica na Uefa. “Será um jogo especial para mim”, diz. Já o meia-atacante Angel Dí Maria, convocado na terça pelo novo técnico da seleção, Diego Maradona, sarou de uma contusão no tornozelo e também volta. Em contrapartida, o lateral brasileiro Léo, ex-Santos, segue entregue aos médicos.

O País, no entanto, será representado no gramado português. Aliás, Lincoln, camisa 10 do Galatasaray, se mostra ansioso para reencontrar alguns compatriotas. ''Além de ser um time tradicional no cenário europeu, a equipe deles tem muita qualidade por conta do alto número de brasileiros. Será empolgante enfrentar uma dupla de zaga como Luisão e Sidnei. Dá para matar um pouco da saudade da época em que atuava no Brasil'', afirma.

No outro jogo do grupo B da Copa da Uefa, o Hertha Berlim também quer vencer a primeira depois de só empatar com o Benfica na estréia. Desta vez, o adversário será o menos tradicional Metalist Kharkiy, da Ucrânia, que folgou na primeira rodada (nesta quinta é a vez de o Olympiakos descansar).

Ante o azarão da chave, o time dos brasileiros Kaká, Rodnei, Cícero, Lúcio e Rafael espera se recuperar do vexame do último sábado, quando foi goleado por 5 a 1 contra o Werder Bremen e caiu para a sexta colocação do Alemão. Já o Metalist vem de vitória e é vice-líder do Campeonato Ucraniano, com sete pontos a menos que o Dínamo de Kiev.


Leia mais sobre: Benfica Copa da Uefa

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias