iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/11 - 00:58

Botafogo minimiza catimba argentina e expulsão de André Luis

O zagueiro do time carioca levou o cartão amarelo, o puxou da mão do árbitro e depois acabou sendo expulso. Assista abaixo ao vídeo do lance

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Mais uma vez, faltou controle emocional ao Botafogo. Precisando fazer três gols para se classificar para a semifinal da Copa Sul-americana, o time acabou balançando depois de sofrer 2 a 0 do Estudiantes ainda no primeiro tempo.

Mais tarde, o clima esquentou em campo com expulsões e princípios de confusão. O elenco reconheceu as falhas, mas minimizou a influência disso na eliminação do time com o empate em 2 a 2.

“Catimbar, todo mundo faz e fazer isso vencendo é fácil. Mas eles tiveram mérito para isso”, disse o meia Carlos Alberto, que ainda tentou provar que não houve influência: “catimba: quando falam de time argentino, sempre vão citar isso. Mas o Verón não expulsou ninguém. O André Luis foi expulso por outro motivo”.

O lance em que o zagueiro botafoguense recebeu o cartão vermelho foi um dos mais incomuns da competição: após fazer dura falta no meio-de-campo, recebeu o segundo amarelo, mas, muito nervoso, revoltadamente tirou o cartão da mão do árbitro. Foi expulso depois de devolver o artefato.

“Sobre o lance do André Luis, as pessoas que estão de fora vão falar que ele é maluco, mas vamos nos colocar no lugar dele uma vez, neste nervosismo da partida. O que eu posso falar para ele é força e que ele é um guerreiro”, continuou o meia botafoguense.

O técnico Ney Franco concordou com seu comandado e desviou o foco da já conhecida catimba argentina. Para o treinador, o problema foi outro: a dificuldade que os brasileiros têm para se comunicar com os árbitros escolhidos pela Federação Sul-americana para apitar os jogos.

“Nós, brasileiros, temos esse grave problema na Copa Sul-americana: como único país de língua portuguesa, enfrentamos árbitros com os quais a comunicação é difícil e somos mau-interpretados. Hoje jogamos duro como o adversário jogo, tirando o lance do André Luiz, em que ele não teve o controle emocional”.

Milton Trajano
Clique aqui e veja mais charges de Milton Trajano


Leia mais sobre: Botafogo Estudiantes André Luiz



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

Sem controle emocional
Indignado, o zagueiro André Luiz mostrou cartão amarelo para o árbitro da partida

Topo