iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/11 - 18:07

Ouro em Pequim, técnico Sergio Batista vive situação indefinida na Argentina
Batista disse não ter se afetado pelas declarações do novo técnico Diego Armando Maradona

EFE

BUENOS AIRES (Argentina) - O técnico Sergio Batista, ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim e que tinha aceitado fazer parte da nova comissão da seleção argentina, confessou não saber sua situação dentro dos planos de Diego Maradona.

Na semana passada, Batista e o treinador José Luis Brown tinham aceitado o convite para fazer parte da comissão durante uma reunião com Julio Grondona, presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA), mas próprio Maradona disse ontem que ainda não definiu quais serão seus ajudantes.

Em declarações a uma rádio local, Batista disse que a vontade do dirigente é tê-los na comissão técnica, mas que "é preciso respeitar a decisão de Diego".

"Não entendo o que aconteceu no fim de semana. Falei com Carlos Bilardo, atual diretor-técnico da seleção, e ele não me disse nada. Eu só queria saber minha função", comentou.

No encontro com Grondona, ficou definido que Batista e Brown estariam com Maradona e ainda comandariam as categorias de base.

Ao ser apresentado oficialmente ontem como técnico, Maradona advertiu que quer "lealdade absoluta", reiterou que seus ajudantes devem aceitar suas ordens e esclareceu que ainda não definiu a comissão técnica.

"Não resolvemos ainda. Batista e Brown estão à disposição, mas agora estamos escolhendo jogadores e, com o tempo, formaremos a comissão", ressaltou.

Batista disse não ter se afetado pelas declarações do ex-capitão da seleção, mas ressaltou que ganhou "um lugar" depois da conquista em Pequim.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias