iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/11 - 12:02

CBF frustra mudança de horário em jogo que pode promover Avaí

A entidade alegou que a tentativa da diretoria foi feita a menos de dez dias da partida, o que prejudicaria a reformulação do calendário

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - A festa já está pronta. Na próxima terça-feira, o Avaí enfrenta o Brasiliense na Ressacada, em jogo às 19h30 (horário de Brasília) pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. E se for favorecido por uma combinação de resultados até lá, o time catarinense pode garantir neste jogo seu acesso à Série A.

No entanto, antes mesmo que a bola role, a torcida do Avaí já vem enfrentando problemas. Temendo problemas com o trânsito da região do estádio no horário da partida, os torcedores e dirigentes avaianos solicitaram que o início do jogo fosse remarcado para as 21h45. Até mesmo a Polícia Militar e a Globosat, que detém os direitos de transmissão da competição, concordaram com a alteração.

Entretanto, a CBF discordou e decidiu não acatar ao pedido. A entidade alegou que a tentativa da diretoria foi feita a menos de dez dias da partida, o que prejudicaria a reformulação do calendário. João Nilson Zunino, presidente do Avaí, não escondeu a frustração, mas tentou entender a posição da CBF.

“A entidade disse que precisa respeitar uma determinação do Ministério Público. As mudanças só podem acontecer quando se faz uma solicitação dez dias antes”, disse Zunino, segundo o portal ClicRBS. “O Avaí tem que pedir desculpas aos seus aficionados porque errou. Deveríamos ter percebido antes e ter solicitado em tempo hábil”, completou.

Na última rodada, o Leão da Ilha venceu a Ponte Preta por 2 a 1, em jogo que registrou o recorde de público da Ressacada na Série B: 12450 torcedores. Entretanto, a diretoria se preocupou com a chegada atrasada de avaianos, que só entraram no estádio após o início do jogo, às 20h30.

Por isso, Zunino estuda a possibilidade de fazer outra proposta – desta vez, mais polêmica – em prol da torcida. “Vamos solicitar, estou imaginando isso, que o funcionalismo público municipal, estadual e federal seja liberado antes das 17 horas, para que o torcedor possa chegar antes do jogo começar”, adianta o dirigente.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo