iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/11 - 17:22

Adilson Batista ressalta a importância do zagueiro Espinoza

Zagueiro equatoriano foi bastante criticado após erros diante do Goiás, na última rodada

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - A atuação de Espinoza na partida contra o Goiás deixou os cruzeirenses com a pulga atrás da orelha. No primeiro e no terceiro gols, toda a defesa falhou, inclusive ele.

No segundo, o equatoriano saiu jogando errado, perdeu a bola e Paulo Baier recebeu livre para marcar.

No retorno a Belo Horizonte, o próprio zagueiro reconheceu que esteve muito mal no Serra Dourada. O técnico Adilson Batista, que o sacou no intervalo, também disse que sua escalação foi precipitada e que o atleta poderia ter sido poupado daquele jogo. Diante deste quadro, muito se especula sobre a possível saída de Espinoza do time, dando lugar a Léo Fortunato.

O técnico Adilson Batista tem por hábito jamais revelar sua equipe, portanto a dúvida segue até o vestiário. No entanto, ele ressalta as qualidades do equatoriano não somente dentro de campo, mas pela experiência que acumula, tanto que foi o capitão em boa parte dos jogos. Aos 31 anos, Espinoza já disputou duas Copas do Mundo.

“É um jogador importante, sério e extremamente profissional. Acho que ele contribuiu demais para o crescimento do Léo (Fortunato) e do Thiago Heleno. Os dois se firmaram ao lado dele. O Espinoza adianta a marcação, comanda, chega junto. Claro que cometeu falhas em alguns jogos, mas faz parte”, defende o comandante.

De toda forma, Adilson Batista ainda nem definiu a equipe que entra em campo no domingo. Para isto, ele espera pelo adversário, o Fluminense, que ainda joga nesta quarta-feira, finalizando o jogo interrompido por um apagão na última quinta. “Vou acompanhar o Fluminense diante do Figueirense para encontrar a melhor formação”, conta.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo