iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/11 - 13:46

Wenger reclama de 'covardia' dos adversários
Treinador do Arsenal afirmou que rivais cometem faltas duras de propósito para lesionar atletas da sua equipe

Trivela.com

LONDRES (Inglaterra) - Arsène Wenger acusou alguns jogadores adversários de “covardes” e de querer machucar atletas do Arsenal de propósito. O treinador lamentou as ausências provocadas por lesões para a partida contra o Fenerbahçe, nesta quarta-feira, pela Liga dos Campeões.

“Quando ouço dizerem que meu time não é corajoso, digo o contrário. Para mim, é preciso ter coragem para jogar futebol quando sabe que alguém lhe faz uma falta por trás sem ter a intenção de pegar a bola, apenas para machucar. Posso mostrar faltas que provam o que estou dizendo”, afirmou.

Para o duelo contra o Fenerbahçe, o Arsenal terá os desfalques dos defensores William Gallas e Emmanuel Eboué, além dos atacantes Emmanuel Adebayor e Theo Walcott, todos machucados. Wenger citou as lesões sofridas pelos dois últimos para ilustrar sua tese. Ambos se machucaram durante o jogo contra o Stoke, no sábado, pela Premier League.

“Delap [jogador do Stoke] estava tentando alcançar a bola quando machucou Walcott? Shawcross queria atingir a bola quando deu uma entrada em Adebayor fora do campo? Corajoso não é quem faz uma falta por trás no jogador que tenta jogar futebol; é um covarde. Quando questionam a coragem do meu time, desculpem-me; o clube que tenta jogar respeitando as regras é corajoso”, completou o técnico.

Walcott, com uma lesão no ombro, deve voltar a tempo para a partida contra o Manchester United, no sábado. Gallas, com um problema em um tendão, tem pequenas chances de atuar contra os Red Devils. Adebayor, por sua vez, corre o risco de ficar algumas semanas afastado dos gramados devido a uma contusão no tornozelo.

 

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo