iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/11 - 18:01

STJD abre inquérito para apurar confusão em Náutico x Vitória

Órgão confirmou que irá investigar os fatos relatados na vitória do Timbu por 1 a 0 em cima dos baianos

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A confusão envolvendo os jogadores do Vitória e a Polícia Militar de Pernambuco nos estádio dos Aflitos na última rodada poderá ir a julgamento pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e render uma punição ao Náutico. O órgão confirmou nesta terça-feira que irá abrir inquérito para investigar os fatos relatados na vitória do Timbu por 1 a 0 em cima dos baianos.

Quem assinou o início do processo foi Alexandre Kishino, que ainda não definiu um auditor e deu um prazo de dez dias para o inquérito ser elaborado. Para se elaborar a acusação, irá levar-se em conta os fatos relatados pela imprensa e o site oficial do Vitória.

Também deverão ouvir, da parte do Vitória, os goleiros Viáfara e Gléguer, o atacante Jackson, o volante Renan o técnico Vagner Mancini e o presidente rubro-negro Jorge Sampaio Filho.

Além destes, os depoimentos do árbitro da partida, José Henrique de Carvalho, do presidente do Náutico, Maurício Cardoso e do Presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Carlos Alberto Oliveira, serão levados em conta.

Com o prazo dado para a elaboração do inquérito e o posterior julgamento, o caso deverá ter um desfecho quando o Campeonato Brasileiro já estiver terminado. Com isto, se houver alguma punição ao Náutico, a sentença deverá ser cumprida apenas no ano que vem.


Leia mais sobre: Vitória Náutico



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo