iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/11 - 20:21

Pela Sul-Americana, Botafogo tenta salvar 2008 contra Estudiantes

Na ida, Alvinegro carioca perdeu por 2 a 0 e agora precisa devolver o placar ou ganhar por três ou mais gols de vantagem

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O título carioca bateu na trave com a derrota para o Flamengo na final. Na Copa do Brasil, eliminação diante do Corinthians nas semifinais. No Campeonato Brasileiro, depois de uma reação fantástica no meio da competição, uma queda de rendimento afastou até mesmo as chances de uma vaga na Copa Libertadores.

É para apagar todas essas frustrações que o Botafogo entra em campo nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), para enfrentar o Estudiantes, da Argentina, pelo confronto de volta das quartas-de-final da Copa Sul-Americana, última esperança de títulos nesta temporada para o Glorioso.

Na ida, em território argentino, o Alvinegro carioca perdeu por 2 a 0 e agora precisa devolver o placar para forçar a disputa de pênaltis ou ganhar por três ou mais gols de vantagem para se classificar diretamente, já que os gols marcados na casa do adversário valem como critério de desempate. O vencedor deste encontro vai enfrentar na próxima fase o ganhador do duelo entre Palmeiras e Argentinos Juniors.

Ney Franco, técnico do Botafogo, vem mantendo o otimismo em relação às chances de classificação de sua equipe. Para ele, fazer a diferença de gols necessária para obter a vaga não será nenhum problema se o Alvinegro conseguir reeditar algumas de suas melhores atuações na temporada. Ele confia plenamente em seus comandados.

”Tenho certeza de que esse time que mandarei a campo está pronto para conseguir fazer uma grande partida e dar ao Botafogo uma classificação na Copa Sul-Americana. Do mesmo jeito que o Estudiantes conseguiu fazer um bom resultado na Argentina, temos condições de inverter a situação jogando no Engenhão. Quem for ao jogo vai ver um time determinado”, promete o treinador.

Para os jogadores do Botafogo, será fundamental a presença da torcida no estádio, já que a pressão sofrida no jogo de ida foi muito grande. “Um confronto contra times da escola argentina é sempre muito complicado, pois eles se empenham e lutam ao longo dos 90 minutos. Por isso, precisamos do apoio da torcida durante todo o jogo, pressionando o time do Estudiantes e fazendo eles sentirem que a parada não será nada fácil para eles. O Botafogo tem condições de mudar esse quadro e a torcida deve apoiar”, pede o goleiro Renan.

Para a partida contra os argentinos, Ney Franco já definiu o Botafogo. Os desfalques ficam por conta do lateral-direito Alessandro, com lesão na coxa esquerda, e do volante Túlio, que precisa cumprir suspensão por causa da expulsão na partida de ida. Thiaguinho jogará na lateral e Leandro Guerreiro ocupará a vaga no meio-campo. O meia Lucio Flavio, que se recuperou de um estiramento muscular na coxa esquerda, vai a campo.

Pelo lado do Estudiantes, o técnico Leonardo Astrada acredita que a melhor maneira de sua equipe conseguir um bom resultado no Rio de Janeiro é jogar na base dos contra-ataques.

”O Botafogo vai precisar entrar em campo disposto a mudar o placar, pois começa perdendo de 2 a 0. A sua equipe vai se lançar ao ataque e por isso a melhor maneira de ganharmos é o contragolpe. Se conseguirmos um gol, eles terão que fazer quatro e ficarão nervosos. Estou confiante que podemos deixar o estádio com o triunfo”, confia Astrada.

No fim de semana, o Estudiantes perdeu por 1 a 0 para o Huracán e está na sétima posição do Torneio Apertura, da Argentina, com 18 pontos conquistados. Para o jogo contra o Botafogo, o time terá um desfalque. O zagueiro Agustín Alayes, expulso na ida, fica de fora. Federico Fernández será o seu substituto.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X ESTUDIANTES


Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 5 de novembro de 2008, quarta-feira
Horário: 21h50min(de Brasília)
Árbitro: Carlos Chandía (Chile)
Assistentes: Cristian Julio e Sergio Román (ambos do Chile)

BOTAFOGO: Renan, Thiaguinho, Renato Silva, André Luis e Triguinho; Leandro Guerreiro, Diguinho, Lucio Flavio e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Wellington Paulista
Técnico: Ney Franco

ESTUDIANTES: Mariano Andujar, Marcos Angeleri, Leandro Desábato, Christian Cellay e Juan Manuel Díaz; Leandro Benítez, Juan Sebastián Verón, Rodrigo Braña e Diego Galván; Mauro Boselli e Juan Manuel Salgueiro
Técnico: Leonardo Astrada


Leia mais sobre: Botafogo Estudiantes



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo