iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/11 - 15:36

Para Mário Sérgio, torcida não pode interferir no time

Xingado por alguns torcedores, ex-jogador não ficou indiferente e foi ao alambrado para tirar satisfação

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - Na partida entre Figueirense e Fluminense em que ocorreu o apagão que causou a interrupção do jogo, o técnico Mário Sérgio discutiu com alguns torcedores catarinenses. Xingado por parte da torcida, o ex-jogador não ficou indiferente e foi ao alambrado para tirar satisfação.

Passado o incidente, na véspera da continuação da partida, que ocorrerá nesta quarta-feira, Mário Sérgio explicou o que o motivou a ir discutir com os torcedores.

“Tomei aquela atitude porque fui xingado. Eu mostrei àquelas pessoas que esse não é o caminho. O caminho é o diálogo e a gente tem que conversar porque está em jogo a situação de um clube, pelo qual eles são apaixonados e nós somos os profissionais contratados para defendê-lo”, declarou o treinador.

O ex-jogador foi além e criticou este tipo de comportamento. Para o treinador, lugar de torcedor é na torcida e não interferindo diretamente no clube.

“Se o torcedor for para o campo e quiser interferir na escalação do time, começar a pegar no pé desse ou daquele jogador, eu até prefiro que ele não compareça. A gente não precisa de técnico, de time ou de diretoria, nós já temos. Acho que o torcedor tem que se comportar como torcedor: vaiar e aplaudir. Não pedir a cabeça desse ou daquele atleta”, afirmou.


Leia mais sobre: Figueirense Mário Sérgio



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo