iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/11 - 22:26

Marília vence Vila Nova e se mantém fora da zona da degola

Com a derrota, equipe goiana pode deixar o G-4 no fim da rodada; resultado aproxima Avaí do acesso

Gazeta Esportiva

MARÍLIA - O Marília entrou em campo nesta terça-feira para enfrentar um Vila Nova que prometia brigar com todas as forças para se confirmar na zona de acesso para a Série A, mas obrigou o visitante a falhar para cumprir outra promessa: a de deixar as proximidades da zona de rebaixamento. O time paulista venceu por 1 a 0 e agora pode respirar na tabela.

Já o Vila Nova precisa torcer contra outros três paulistas para se manter no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro: o time parou nos 55 pontos da terceira posição e agora aguarda as partidas de Santo André, que tem a mesma pontuação e do Barueri, que tem um ponto a menos. O Bragantino é outro que pode chegar, com 52 pontos.

Com a bola rolando, a primeira boa chance aconteceu para o Vila Nova, aos 10 minutos, quando Pedro Junior carregou pelo campo de ataque e tocou para Túlio. Livre, o jogador acabou adiantando de mais e o goleiro Alencar interceptou.

Aos 16 minutos, Ricardinho Furacão desperdiça chance para o anfitrião batendo por cima do gol. Aos 21, mais uma vez o jogador recebe cruzamento de seu xará Ricardinho, mas desta vez cabeceia firme, mandando a bola muito próxima da meta. Quando Furacão acertou o gol, Max apareceu bem para defender, como aos 29 minutos.

Depois de sofrer leve pressão, o Vila Nova voltou do intervalo mais espero e quase marcou aos 6 minutos, quando a zaga rival falhou e Pedro Junior ficou cara a cara com o gol. Alencar saiu bem do gol e fez a defesa. No minuto seguinte, Ricardinho fez falta dura e acabou expulso.

A vantagem numérica não serviu ao time visitante, que ainda acabou sofrendo o gol pouco depois. Aos 15 minutos, o capitão Heleno agarrou Cláudio dentro da área e fez pênalti, sendo expulso por isso. Em cobrança curiosa, Altair definiu o placar no interior paulista – o jogador escorregou na hora de bater na bola e acabou enganando Max. Se tivesse acertado, o goleiro estaria no lado correto para defender.

Desequilibrado, o time goiano passou a apostar nos longos lançamentos, o que não deu certo. Aos 22 minutos, quase o Marília amplia: Luiz Carlos cabeceia sozinho rente ao travessão. Pouco depois, Serginho cortou a zaga e bateu bem para o gol, mas Max mais uma vez salvou.

Aos 35 minutos, a situação do Vila Nova ficou ainda pior. Bruno Batata fez falta dura no meio de campo e acabou expulso, para o desespero do técnico Givanildo de Oliveira. Os minutos finais foram de total domínio para o Marília, que apenas tocou a bola, sendo desarmado pela zaga sempre que tentava o segundo gol. Já nos acréscimos, Betinho teve grande chance de cabeça, mas mandou para fora.


FICHA TÉCNICA
MARÍLIA-SP 1 x 0 VILA NOVA-GO

Local: Estádio Bento de Abreu, em Marília (SP)
Data: 4 de novembro de 2008, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Alicio Pena Junior (MG)
Assistentes: Alécio Aparecido Lezo e Paulo César Pereira de Freitas (ambos do MS)

Cartões Amarelos: Alencar, Jean Carlo e Cláudio (Marília); Luis Carlos, Fernandinho, Guilherme e Reinaldo (Vila Nova)
Cartões Vermelhos: Ricardinho (Marília); Heleno e Bruno Batata (Vila Nova)

Gols: MARÍLIA: Altair, aos 16 minutos do segundo tempo

MARÍLIA: Alencar; Rafael Mineiro, Flávio, Leandro Amaro e Serginho; Ricardinho, João Vítor, João Marcos e Altair (Fernando); Ricardinho Furacão (Betinho) e Cláudio (Jean Carlo)
Técnico: Gil Alves

VILA NOVA: Max; Osmar, Valença, Luis Carlos e Fernandinho (Marcel); Alisson, Heleno, Guilherme e Reinaldo; Pedro Júnior (Bruno Batata) e Túlio Maravilha (Johnni).
Técnico: Givanildo Oliveira


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Paraná 2 x 3 São Caetano
Já em Curitiba, paranaenses perderam e seguem ameaçados pelo rebaixamento

Topo