iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/11 - 12:51

Maradona já ensaia primeiro desentendimento com Grondona
O ex-craque, que deve ser oficializado nesta terça como técnico da seleção argentina, quer o ex-zagueiro Osca Ruggeri em sua comissão técnica, mas o nome foi vetado pelo presidente da AFA

Ansa

BUENOS AIRES (Argentina) - Diego Armando Maradona ainda não foi oficializado como o novo técnico da seleção argentina - a apresentação está prevista para hoje, com uma entrevista coletiva marcada para as 17 horas locais -, mas já troca as primeiras farpas com o presidente da Associação de Futebol Argentina (AFA), Julio Grondona.

Conversando ontem com jornalistas, o ex-craque revelou que, além de Sergio Batista e José Luis Brown, já confirmados na função de assistente-técnico, espera contar com mais dois colaboradores de peso: o ex-zagueiro Osca Ruggeri e o ex-volante Alejandro Mancuso, que no Brasil jogou no Flamengo e no Palmeiras.

O presidente da AFA, Julio Grondona, aceitou a sugestão de Mancuso, impôs um veto categórico ao nome de Ruggeri, do qual não quer ouvir falar.

Em uma entrevista concedida à Radio La Red, Maradona disse, porém, que as suas escolhas buscam o melhor funcionamento da seleção argentina.

"Continuarei a insistir com Grondona e veremos o que acontece", afirmou o "Pibe de Oro". "Temos ainda muita estrada a percorrer. Se as coisas vão bem, nos salvamos todos. Se não, terminaremos todos debaixo da terra", acrescentou.


Leia mais sobre: Maradona Seleção argentina



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

"El Pibe" na seleção
Maradona quer contar com Mancuso, ex-jogador de Palmeiras e Flamengo, na comissão técnica

Topo