iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/11 - 14:20

Sem descanso, Flu ainda lamenta derrota no clássico

O Tricolor ainda tem a continuação do jogo contra o Figueirense, interrompido aos 15 minutos do primeiro tempo por uma queda de energia no local

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Cerca de 12 horas depois de ter sido derrotado pelo Vasco por 1 a 0 no clássico carioca da 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o elenco do Fluminense se reapresentou na manhã desta segunda-feira, nas Laranjeiras, e já iniciou a preparação para a seqüência do confronto com o Figueirense, que acontecerá nesta quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Orlando Scarpelli. O jogo foi interrompido aos 15 minutos do primeiro tempo por uma queda de energia no local. Na ocasião o Tricolor ganhava por 1 a 0, com um gol anotado pelo meia Arouca.

Na reapresentação os jogadores do Fluminense e o técnico René Simões ainda lamentavam a derrota no clássico, por entenderem que o time poderia ter tido uma melhor sorte. Todos concordam, porém, que o comportamento da torcida foi exemplar, já que em nenhum momento deixou de incentivar o time, mesmo quando os vascaínos estavam em vantagem no marcador.

”Nosso torcedor deu ontem (domingo) um exemplo de como deve ser o comportamento da torcida com o time nesse momento da competição. Ela nos incentivou durante os 90 minutos, e isso nos enche de motivação para o jogo de quarta-feira. Esse grupo tem consciência do que o Fluminense representa para os seus torcedores”, disse René.

O atacante Everton Santos concorda com o comandante. “Ficamos muito tristes pelo resultado por vários aspectos, como por exemplo o fato de termos voltado para a zona de rebaixamento, apesar de termos um jogo a menos que a maioria dos nossos concorrentes. Porém, o que nos deixou mais chateados foi que não conseguimos dar o resultado positivo para os torcedores, que nos apoiaram ao longo dos 90 minutos e que em nenhum momento deixaram de acreditar que a gente conseguiria marcar um gol. Fico chateado demais por isso, mas ciente de que ainda podemos obter esses resultados importantes para livrarmos o Fluminense desta delicada situação na tabela de classificação”, afirmou.

Para o atacante Washington é necessário agradecer o apoio dos torcedores, pois eles não deixaram de incentivar a equipe. Porém o artilheiro preferiu falar mais sobre o aspecto tático do confronto.

”Era o tipo de jogo que nada estava dando certo. Poderíamos ficar lá durante dois dias que a bola não ia entrar. Tivemos mais de 300 oportunidades e não conseguimos marcar. Eles foram lá e conseguiram. Fiquei muito triste com a derrota. O que me deixou menos mal, entretanto, foi saber que nós não fomos massacrados pelo Vasco. Eles tiveram a felicidade de fazer um gol e nós não. Foi isso. É chato perder um clássico, mas o que apresentamos no jogo nos deixa otimistas para a seqüência da competição”, disse Washington.

Sobre as conseqüência que a derrota pode ter para o time os jogadores minimizaram o fato, dizendo que o Campeonato Brasileiro é mesmo equilibrado e por isso seria complicado se manter uma seqüência de resultados positivos. Opinião semelhante tem René Simões que, contra o Vasco, perdeu seu primeiro jogo dirigindo o Tricolor.

”Disse para os jogadores que conviver com vitória é fácil, e que queria ver agora. Quero ver como o elenco vai reagir a esse insucesso. Temos que levantar a cabeça e partir para cima do Figueirense na quarta-feira. Confio nos jogadores e sei que eles irão dar a volta por cima. Não tenho dúvidas quanto a isso”, comentou René.

Para o jogo contra o Figueirense o Fluminense já está definido, pois pelo regulamento terá que entrar em campo com os mesmos 11 atletas que estavam participando da partida quando ela foi interrompida. Dessa maneira o Tricolor formará com: Fernando Henrique, Carlinhos, Thiago Silva, Luiz Alberto e Júnior César; Fabinho, Wellington Monteiro, Arouca e Darío Conca; Everton Santos e Washington.
Após o treino desta segunda-feira a delegação embarcou para a capital catarinense, local do duelo. Nesta terça-feira os jogadores irão participar de um trabalho recreativo no Estádio Ressacada, que foi cedido ao Tricolor pelo Avaí.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo