iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/11 - 17:55

Para Benazzi, jogador da Ponte Preta tem que honrar a camisa

Treinador não escondeu a irritação com a derrota para o Avaí

Gazeta Esportiva

CAMPINAS - A derrota da Ponte Preta por 2 a 1 para o Avaí com gol aos 44 minutos do segundo tempo foi inaceitável, segundo o técnico da Macaca Vágner Benazzi. Para o comandante, não dá mais para o time tomar gol o final da partida como vem acontecendo.

“Não quero que falem bem de mim, não, quero que analisem. Antes isso aqui estava um marasmo e hoje conseguimos jogar de igual para igual com o Avaí. Anulamos o melhor jogador deles. A Ponte faz um grande jogo, mas leva gol. Foram três jogos e trocamos as peças que falharam nos outros jogos”, desabafou Benazzi ao site oficial do clube.

Agora, em tom de comandante, o treinador chamou a responsabilidade para si e afirmou que ainda luta para conseguir disputar a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro no ano que vem.

“Vou fazer todos honrarem a camisa da Ponte, não quero mais o quase. Vou fazer de tudo para vencer esses cinco jogos, porque eu quero ficar com esse gostinho na garganta”, declarou.

A Ponte terá a chance de conseguir uma vitória na Sperie B na próxima sexta-feira no Moisés Lucarelli, quando recebe o adversário direto Juventude às 20h30 (Brasília). A Macaca está em oitavo lugar com 48 pontos conquistados, sete a menos do que o quarto colocado Santo André.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias