iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/11 - 17:16

Santos x Palmeiras: amizade, amizade, artilharia à parte

Kléber Pereira soma 21 gols e é artilheiro do Brasileirão, mas Alex Mineiro, amigo íntimo e rival deste domingo, tem 18; quem vai decidir domingo na Vila?

Léo Morelli, repórter iG Esporte

SÃO PAULO - Dia 23 de dezembro de 2001 o Atlético-PR conquistou o título do Campeonato Brasileiro com a vitória por 1 a 0 sobre o São Caetano, gol de Alex Mineiro, chamado na época de "herói das decisões". Sabe quem formava a dupla de ataque com ele? O santista Kléber Pereira, artilheiro isolado do Brasileirão 2008, com 21 gols, e adversário do palmeirense, neste domingo, às 16h20, na Vila Belmiro.

A relação entre os dois é como se fosse de irmãos. Ouvidos pela reportagem do iG, ambos não pouparam elogios um ao outro, mas a amizade de mais de oito anos, antes do mesmo lado, vai dividir as famílias dos jogadores que sempre estão em contato.

"O Kléber é uma pessoa fantástica. Foi um grande parceiro de profissão e virou meu amigo. Nossas famílias estão sempre conversando. Construímos uma amizade muito legal dos tempos de Atlético. O Kléber é um dos melhores dentro da área e para mim é um prazer estar disputando esse prêmio com ele", analisa Alex Mineiro.

"Eu admiro demais o Alex Mineiro, uma cara de respeito no futebol e que vive esse momento maravilhoso. Falo com ele quase todos os dias, ficamos muito amigos no Atlético-PR, em 2001. Foi a melhor dupla de ataque da minha carreira, mas hoje só penso no Santos", comenta Kléber Pereira.

O palmeirense aprova a opinião do amigo sobre a melhor dupla de ataque da carreira. "Concordo. Formamos uma dupla formidável. Marcamos muitos gols e ajudamos o Atlético a conquistar o inédito título brasileiro e a conseguir projeção nacional e mundial. Foi um período marcante, mas que temos que dividir também com os outros companheiros daquele grupo", disse.

Divulgação
Em destaque estão os dois amigos desde o Furacão e rivais na artilharia do Brasileirão


Alex Mineiro e Kléber Pereira, além de camisas 9 do clássico Santos e Palmeiras, são dois "matadores" que brigam pela artilharia do Brasileirão, são dois jogadores de 33 anos que comprovam que a experiência na grande área é fundamental, mas, no domingo, amizade, amizade, artilharia à parte.

"É verdade (risos). Apesar de meu amigo, estou torcendo para ele passar em branco e que eu possa fazer algum golzinho. Um clássico é um momento nobre do futebol, e fazer gols em partidas assim é especial. Estou me concentrando bastante para fazer um grande jogo, e sei que ele também", explica Alex Mineiro.

"Estou pensando apenas em conquistar os três pontos para o Santos. Será um grande jogo. Tenho que marcar gols para continuar na artilharia", responde Kléber Pereira, que deu fim a um jejum pessoal na noite da última quinta-feira, na Ilha do Retiro. Sem marcar gols fora de casa desde o dia 24 de julho, quando o Santos foi derrotado pelo Palmeiras, por 4 a 2, o centroavante voltou a balançar as redes adversárias como visitante, no empate em 1 a 1 com o Sport, em Recife.

Alex Mineiro, depois de ter encerrado um jejum de quatro jogos marcando o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Goiás na rodada passada, leva consigo o sonho de se tornar o primeiro palmeirense artilheiro no Brasileiro. Após 32 rodadas, ele aparece em segundo lugar com 18 gols, três abaixo do amigo santista. Uma distância que mantém o alviverde na briga, apesar de Alex já se conformar em não atingir a meta que traçou para si.

“O que eu tinha previsto antes do campeonato era que com mais ou menos 25 gols dava para ser artilheiro do Brasileiro. Tenho 18, mas, como faltam só seis jogos, vai ser difícil, mas vou buscar”, comenta.

Kléber aproveitará o clássico também para ficar perto de mais um recorde com a camisa santista. Além de ter igualado o número de gols marcados pelo último artilheiro do Peixe em Campeonatos Brasileiros – Viola, em 1998 -, Pereira está a apenas dois gols de superar o recorde de Serginho Chulapa, que em 1983 se tornou o jogador do time da Vila Belmiro que mais balançou as redes adversárias em um Brasileirão, ao marcar 22 gols.

Milton Trajano
Como principais armas dos seus times, artilheiros estão prontos para o duelo

E PARA VOCÊ, INTERNAUTA, QUEM VAI DECIDIR O CLÁSSICO DESTE DOMINGO NA VILA BELMIRO? COMENTE ABAIXO!


Leia mais sobre: Kléber Pereira Alex Mineiro Artilharia



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


montagem

Quem vai decidir?
Acostumados a levar seus times nas costas, Kléber e Alex terão responsabilidades no domingo

Topo