iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

31/10 - 18:16

Luxa descarta favorecimento: 'São Paulo teve competência'
“Quem decide o título são os jogadores, os times. Erros acontecem em todos os campeonatos, mas o árbitro erra para um lado e também erra para o outro", disse

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Um dia antes, o diretor de planejamento do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, denunciou um favorecimento da arbitragem do Campeonato Brasileiro para o São Paulo. Nesta sexta-feira, o técnico do Verdão, Vanderlei Luxemburgo, teve uma postura totalmente diferente e garantiu: o Tricolor teve competência para ganhar os três pontos diante do Botafogo, no Engenhão.

Houve muita reclamação no Rio de Janeiro pelo gol de empate do Botafogo anulado pelo árbitro Sérgio da Silva Carvalho. No lance, o atacante Wellington Paulista estava em posição de impedimento, mas não tocou na bola arrematada em direção da meta do goleiro Rogério Ceni.

'Respeito o Belluzzo, mas minha posição é diferente. O São Paulo teve a competência de ganhar em uma rodada importante e está ao lado do Grêmio por merecimento. Agora não tem do que reclamar e correr atrás', disse o treinador após o treino desta sexta-feira na Academia de Futebol.

Segundo Luxemburgo, erros de arbitragem são normais em qualquer competição. O treinador admite que alguns equívocos dos apitadores já decidiram títulos importantes. Porém, ele prefere ressaltar que o melhor time será consagrado campeão brasileiro no início de dezembro.

“Quem decide o título são os jogadores, os times. Erros acontecem em todos os campeonatos, mas o árbitro erra para um lado e também erra para o outro. É complicado tirar os méritos das equipes. A gente reclama porque tem que reclamar, já que estamos no futebol, isso aqui não é farmácia ou hospital”, afirmou o técnico campeão brasileiro.

Para Luxemburgo, o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Sérgio Corrêa, só precisa de um cuidado na reta final do Campeonato Brasileiro: escalar os árbitros mais experientes nos jogos que decidem o título e o rebaixamento.

“É muito duro apitar com pressão, trabalhar, por exemplo, lá no Olímpico. Existem alguns que não estão preparados. Mas o erro não é do árbitro e sim de quem escala”, analisou Luxemburgo.


Leia mais sobre: Vanderlei Luxemburgo



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo